Estação AACD-Servidor da Linha 5-Lilás é inaugurada

0
1129
estação aacd servidor inauguração
Estação AACD-Servidor (Foto: Anderson Dantas/Rede Noticiando)

Após inúmeros adiamentos foi inaugurada nesta sexta-feira, dia 31 de agosto, a Estação AACD-Servidor da Linha 5-Lilás de Metrô, localizada na confluência da Avenida Professor Ascendino Reis com a Rua Pedro de Toledo, na Vila Clementino.

Inicialmente a operação será assistida, ou seja, o horário de funcionamento será de segunda a domingo, das 9h às 16h, com cobrança de tarifa, assim evitando que os passageiros desçam na Estação Moema para pagar a tarifa. O horário de funcionamento da estação será ampliado gradativamente. A nova estação será operada pela concessionária ViaMobilidade, assim como as demais estações da Linha 5-Lilás.

O projeto arquitetônico da estação segue os padrões apresentados das últimas estações recém-inauguradas da Linha 5-Lilás, valorizando a iluminação natural em partes do ambiente, promovendo economia de energia, valorizando a sustentabilidade. A marca registrada das novas estações da Linha 5-Lilás são as grandes claraboias de vidro e no nível do asfalto das estações foram entregues novas praças à população.

A nova estação possui acessos em dois níveis na Rua Pedro de Toledo, um deles possue acesso direto à entrada do Hospital da AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente). A estação também irá facilitar o acesso a outros dois hospitais da região, o Hospital Edmundo Vasconcelos e o Hospital do Servidor Público Estadual. O Hospital da AACD realiza cerca de mil atendimentos por dia, e o Hospital do Servidor recebe diariamente 12 mil pessoas, entre pacientes, acompanhantes e funcionários.

O Hospital do Servidor Público Estadual conta com 721 leitos e oferece atendimento de alta complexidade em 51 especialidades médicas. Já a AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) é um centro de referência em ortopedia e reabilitação de pessoas com deficiência, e conta com hospital que dispõe de 125 leitos, incluindo setores de internação e UTI (Unidade de Tratamento Intensivo).

Este slideshow necessita de JavaScript.

A Estação AACD-Servidor terá o dobro de equipamentos de acessibilidade contando com nove elevadores e vinte escadas rolantes. Em novembro de 2017, o Diário do Transporte, visitou as obras da estação e conversou com um engenheiro do Metrô, onde contou mais sobre a acessibilidade na estação.

“Há o dobro do número de equipamentos de acessibilidade, como os pisos táteis e elevadores em comparação com outras estações do mesmo porte. Por exemplo, a Estação AACD-Servidor terá dois elevadores em operação concomitante. Isso se dá em razão da demanda esperada de pessoas com maior dificuldade de locomoção por causa de equipamentos como o Hospital do Servidor Público, clínicas particulares e, em especial, a AACD, que é referência em reabilitação”, disse o engenheiro.

Ainda na Estação AACD-Servidor, há dois pisos de estacionamento subterrâneo entre as plataformas e o nível da rua. As duas plataformas são mais largas e as dimensões da estação são superiores às demais estações.

A estação também conta com piso sinalizado para pessoas com deficiência visual, corrimãos, fita antiderrapante nos degraus das escadas fixas, banheiros acessíveis e conta com equipe treinada e preparada para atendimento e apoio à Portadores de Deficiência Física e às pessoas com mobilidade reduzida.

A estação será a mais próxima do Parque do Ibirapuera, ficando a uma distância de cerca de 1,5 quilômetro do parque, cerca de 15 minutos a pé. Essa é a distância da estação até o Portão 6, no acesso pela Rua Pedro de Toledo. Nas imediações da estação também estão localizados o Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa Marechal Mário Ary Pires, o Parque das Bicicletas, a Subprefeitura da Vila Mariana e o Tribunal de Contas do Município.

Vale destacar que a estação foi entregue sem as portas de segurança nas plataformas. A estimativa é que passem pela estação cerca de 22 mil passageiros por dia.

INAUGURAÇÕES DAS ESTAÇÕES HOSPITAL SÃO PAULO, SANTA CRUZ E CHÁCARA KLABIN

As novas estações Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin da Linha 5-Lilás, devem ser inauguradas até o final de setembro, de acordo com as últimas declarações do secretário de Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, para algumas emissoras de rádio.

Lembrando que a Estação Santa Cruz terá interligação com a Linha 1-Azul do Metrô e a Estação Chácara Klabin terá interligação com a Linha 2-Verde do Metrô.

O sistema de sinalização, o chamado CBTC, que é fornecido pela empresa Bombardier, já está pronto para ser utilizado no novo trecho da linha.

#estacao #santacruz #obrasdometro

Uma publicação compartilhada por Seven Soluções De Engenharia (@seven_solucoes_de_engenharia) em

“Optamos por abrir essa e depois as demais. As outras estão praticamente prontas, mas temos que abrir juntas, porque, se não, há lotação acima do previsto, já que elas fazem interligações com as linhas 1-Azul e 2-Verde”, explicou Clodoaldo Pelissioni, secretário dos Transportes Metropolitanos, durante visita à Estação AACD-Servidor nesta quinta-feira.

Já a Estação Campo Belo, que permanece em obras, deverá ser inaugurada até o final de dezembro, segundo os cronogramas mais recentes do Metrô. Lembrando que futuramente nesta estação os passageiros poderão fazer interligação com a Linha 17-Ouro de monotrilho, esta que tem previsão das obras serem entregues em 2020.

“A Estação Campo Belo teve um problema jurídico de desapropriação no início das obras, demorou mais, é um problema da Justiça, não é um problema do governo ou da empresa que faz a obra”, explicou Clodoaldo Pelissioni.

ESTAÇÃO MOEMA

A partir desta sexta-feira, dia 31 de agosto, a Estação Moema passa a operar em horário integral. Porém somente nesta sexta-feira, o horário de funcionamento será das 9h à meia-noite, a partir de sábado, dia 1º de setembro, a estação passa a funcionar em horário comercial integral.

De domingo a sexta-feira o horário de funcionamento será das 4h40 à meia-noite e aos sábados o horário de funcionamento será das 4h40 à 1h da madrugada.

estação moema linha 5
Estação Moema (Foto: Divulgação/Metrô de São Paulo)

A estação foi inaugurada no dia 5 de abril com horário de funcionamento das 10h às 15h, depois teve o horário de funcionamento ampliado no dia 4 de junho passando a ser das 9h às 16h e no dia 18 de agosto passou a ter cobrança de tarifa e funcionamento aos domingos.

LINHA 5-LILÁS

A Linha 5-Lilás de Metrô, quando concluída com as conexões operando nas estações Santa Cruz e Chácara Klabin, deve transportar em torno de 850 mil passageiros por dia até 2020. Serão 17 estações distribuídas em 20 quilômetros de extensão entre as estações Capão Redondo e Chácara Klabin.

Desde o dia 4 de agosto, a linha é operada pela concessionária ViaMobilidade, que cuida da operação e manutenção dos trens e equipamentos que compõem a linha. A concessionária é responsável pela linha pelos próximos 20 anos.

#viamobilidade nas plataformas em Santo Amaro.

Uma publicação compartilhada por Rodrigo De Lima (@rodrigo_limaaah) em

O chefe do Departamento de Engenharia de Transportes da Escola Politécnica da Universidade de Transportes, Claudio Barbieri da Cunha, em entrevista ao jornal O Estado de São Paulo disse que quando a Linha 5-Lilás estiver totalmente concluída deve desafogar o fluxo de passageiros nas linhas 4-Amarela e 9-Esmeralda, além da transferência entre as estações Paulista e Consolação.

“Deve haver alguma diminuição da lotação da linha 9-Esmeralda da CPTM na Marginal Pinheiros, além de interferência nas Linha 4-Amarela. Parte das pessoas que vêm da Zona Sul pela Linha 5 deve continuar na Linha 5, enquanto só quem está na Linha 9 deve continuar na Linha 9. O que vai definir isso é quanto tempo a pessoa vai gastar na baldeação. Também há expectativa de redução da lotação no túnel que liga as Estações Paulista (da Linha 4) e Consolação (da Linha 2). Essa estação estava subdimensionada. Ela foi planejada para ser inaugurada depois das conexões da Linha 5”, diz Claudio.

LEIA TAMBÉM

  • Criminosos armados invadem e roubam cabos da Estação Chácara Klabin
  • Vídeo mostra ação de criminosos durante assalto na Estação Chácara Klabin
  • O jornal Folha de São Paulo destaca que a Estação AACD-Servidor tem falha na acessibilidade e foi aberta sem inovações ou serviço adicional às pessoas com deficiência

MOBILIDADE SAMPA

Acompanhe o Mobilidade Sampa também nas redes sociais, siga no Twitter, siga no Instagram ou curta a página no Facebook.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO