Sabesp inicia processo de retirada de líquidos do túnel da obra da Linha 6-Laranja

A Secretaria dos Transportes Metropolitanos e a Sabesp informaram que serão drenados aproximadamente 170 milhões de litros de material da saída de emergência e dos túneis da obra da Linha 6-Laranja de metrô, afetados pelo rompimento de uma tubulação que culminou na paralisação da obra do local, além da abertura de uma cratera na Marginal Tietê.

As bombas para essa etapa do trabalho começaram a funcionar na noite desta quinta-feira, dia 3 de fevereiro de 2022, e transportarão o volume para o coletor localizado na margem direita (oposta ao acidente) do Rio Tietê. Ao longo desse trabalho de drenagem, parte dele também vai ser bombeado para o interceptor ITi-1. Dessa forma, todo o material é encaminhado para tratamento na ETE Barueri.

“O ITi-1 é o interceptor de esgotos que está substituindo provisoriamente o ITi-7, até a sua completa recuperação. O ITi-7 é um supertúnel de 7,5 km de extensão construído embaixo da Marginal Tietê no trecho entre a Avenida do Estado e a Ponte do Piqueri. Inaugurado em 2020, tem 3,4 metros de largura e 2,65 de altura, implantado em profundidade máxima de 18 metros. Atende 2,2 milhões de pessoas na região central do município, em bairros como Bela Vista, Consolação, República, Anhangabaú, Sé e Liberdade, abrangendo também Aclimação, Cambuci e Ipiranga”, informou a Sabesp em nota.