Cerca de 10% dos idosos recusam máscaras doadas por empresa de ônibus

Radial Transporte entregou item de segurança aos passageiros considerados do grupo de risco para ajudar na campanha contra coronavírus

32
Máscaras Máscara Radial Transporte
Foto: Divulgação/Radial Transporte

Idosos da região do Alto Tietê receberam máscaras de proteção gratuitamente no Terminal Norte de Suzano. A doação partiu da Radial Transporte, que opera também em Ferraz de Vasconcelos e Poá.

Máscara da Radial
Foto: Divulgação/Radial Transporte

Foram distribuídas 50 máscaras no período da manhã desta sexta-feira, dia 20 de março de 2020. A receptividade foi positiva, entretanto, cerca de 10% dos abordados pela equipe da Radial se recusaram a aceitar o item de segurança.

A ação teve como alvo o segmento de público considerado como de maior risco. Os passageiros das linhas metropolitanas de Suzano comemoravam a iniciativa da empresa.

Como o caso da aposentada Cibele Moreira, de 65 anos, que elogiou a ação: “A gente tenta ficar em casa, mas tem tanta coisa pra resolver. Tem que ir na farmácia, na lotérica, não dá pra ficar em casa o dia todo”, afirma. “Com a máscara, a gente pelo menos, faz tudo bem mais tranquila”.

Para Luiza Mendonça, outra passageira do transporte público, essa segurança extra vai ajudar a rotina. “Preciso trabalhar para pagar minhas contas. Não posso simplesmente ficar em casa como muita gente está fazendo”, afirma a diarista em uma referência as recomendações do Governo do Estado de São Paulo.

“A Radial está de parabéns. Está bem difícil achar essas máscaras. Vi também que tem álcool aqui no Terminal e isso é muito bom”, conclui.

Mesmo sendo gratuito e com os colaboradores explicando a necessidade, seis homens, todos idosos, e uma família de cinco pessoas, incluindo três crianças, se recusaram a receber a doação. Alguns chegaram a ser ríspidos. O principal argumento foi que: “o vírus é mentira da televisão”.

Pioneirismo

A Radial Transporte foi pioneira no Brasil a adotar ações para preservar a saúde dos usuários. Força tarefa, criada para conter a disseminação do vírus dentro dos ônibus, teve início em 30 de janeiro deste ano.

Ação começou assim que foram divulgadas informações sobre a primeira suspeita de contágio por coronavírus na região, mais especificamente na cidade de Mogi das Cruzes. Desde então, a Radial Transporte intensificou o processo de limpeza dos veículos.

“Neste primeiro momento, a equipe foi destacada para desinfetar o interior dos ônibus, como os assentos, os cintos, os balaústres e demais suportes para as mãos com álcool. Optamos por distribuir nossas profissionais em linhas e períodos específicos para não prejudicar o fluxo de passageiros no horário de pico”, afirma Antônio Caetano, encarregado operacional da Radial Transporte de Suzano.

Segundo ele, a ação foi planejada para ocorrer de maneira discreta para não alarmar a população. A limpeza dos ônibus é uma das prioridades da companhia. A equipe responsável pela higienização é formada por 26 colaboradores e trabalha em dois turnos para atender a demanda.

Nova fase da campanha veio após pronunciamento oficial do Governo do Estado de São Paulo sobre as precauções necessárias para conter o avanço do coronavírus.

Para isso, a empresa instalou álcool em gel nas dependências do Terminal Norte de Suzano e diminuiu o intervalo de limpeza interna nos pontos finais e durante os percursos com maior fluxo de passageiros. O Terminal Norte se tornou o ponto central de higienização. A empresa também distribuiu panfletos e cartazes para informar sobre as formas de contágio e os modos de prevenção.

Deixe seu comentário