Metrô dá prazos para a operação das portas de plataforma nas estações Brooklin e Santa Cruz

49
Estação Santa Cruz portas de plataforma
Estação Santa Cruz (Foto: Eduardo Silva)
Publicidade

Quando a Estação Brooklin da Linha 5-Lilás de metrô foi inaugurada em 2017, as portas de plataforma foram instaladas, porém ainda seguem sem funcionar. A mesma situação acontece na Estação Santa Cruz, também da Linha 5-Lilás, que foi inaugurada neste ano.

O contrato do Metrô de São Paulo com a empresa canadense Bombardier previa a operação das portas de plataforma em todas as novas estações da Linha 5-Lilás, porém somente na Estação Adolfo Pinheiro, as portas plataforma estão funcionando.

Mesmo com a concessão da Linha 5-Lilás para a concessionária ViaMobilidade, a instalação das portas de plataforma são de responsabilidade do Metrô de São Paulo.

O Metrô de São Paulo informou para o site Via Trolebus, que a Bombardier já foi multada em valores que somam mais de R$ 50 milhões. O contrato segue em execução e a meta é que as portas de plataforma nas estações Brooklin e Santa Cruz passem a operar integralmente até 31 de janeiro de 2019 e 31 de março de 2019, respectivamente.

Paralelamente, o Metrô de São Paulo mantém tratativas com a Bombardier para a instalação das portas de plataforma nas demais estações do novo trecho da linha.

Deixe seu comentário

comentários

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here