Duplicação do Viaduto Tereza Delta segue em ritmo acelerado

Parte integrante do Corredor Leste-Oeste, a duplicação do Viaduto Tereza Delta, localizada no quilômetro 20,7, da rodovia Anchieta, entrou em uma etapa importante: a construção da nova alça de acesso, que ligará a via – no sentido São Paulo à Avenida José Odorizzi e ao recém-inaugurado Viaduto Mamãe Clory (sobre a Avenida Robert Kennedy) e, futuramente fará a interligação com a rodovia dos Imigrantes, quando o corredor for concluído.

O prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, vistoriou a obra na manhã desta quinta-feira, dia 22 de novembro, acompanhado do secretário de Transportes e Vias Públicas, Delson José Amador.

“A conclusão da duplicação do Viaduto Tereza Delta impactará positivamente a Mobilidade Urbana de São Bernardo. Esse complexo ganhou recentemente um novo trevo, que vai permitir quem vem do Litoral acessar a via no sentido bairro. Além disso, desafogará o outro viaduto que, normalmente, tem trânsito carregado durante o horário de pico. Isso ocorre porque os veículos trafegam pelos dois sentidos. Com a obra finalizada, o outro viaduto funcionará em um único sentido, já que ganharemos faixas extras com a duplicação”, afirmou o prefeito.

A construção da nova alça utilizou 250 m³ de concreto, transportados por 32 caminhões, com volume de ação de 50 mil quilos. Essa etapa finaliza o lado Centro da construção do viaduto, que já iniciou os trabalhos de instalação de aduela de disparo do balanço sucessivo – termo técnico utilizado para concretagem sem apoio – sobre a Rodovia Anchieta. Esse método de execução não interfere no tráfego da via.

Também foram iniciados os trabalhos de terraplenagem no lado do Litoral, onde serão lançadas as bases para o cimbramento – termo técnico para conjunto de estruturas provisórias em uma obra que auxiliam no escoramento de fôrmas para lajes, vigas e outros elementos de concreto armado.

Para continuidade da construção, será contratado, em janeiro de 2019, o dobro de funcionários diretos. Até o momento, a obra conta com cerca de 120 trabalhadores. “No total, a cidade conta com 5.000 operários em diversas obras em andamento na cidade, entre Mobilidade Urbana, Habitação e reformas de escolas municipais”, complementou o prefeito Orlando Morando.

Reiniciada no segundo semestre de 2017, a duplicação do Viaduto Tereza Delta está dividida em três etapas, com conclusão prevista para o fim de 2019. A construção do novo viaduto, das alças de acesso e mais a proteção do oleoduto da Petrobras estão estimadas em R$ 127 milhões.

As obras são financiadas com recursos da Caixa Econômica Federal e da Corporação Andina de Fomento.

Deixe um comentário