Linha 15-Prata: Ampliação de horário e inaugurações das novas estações

725
Foto da Estação Vila Tolstói Linha 15-Prata
Estação Vila Tolstói (Foto: Eduardo Silva)

Na última vez que eu falei sobre a Linha 15-Prata aqui no site, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, havia dito que as estações São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União teriam seu horário de funcionamento ampliado no mês de setembro, porém o mês de setembro acabou e isso ainda não aconteceu.

A Estação Jardim Planalto que estava prevista pra ser entregue em setembro, agora o prazo entrega foi adiado até o final do ano. Quanto às estações Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus, o prazo para entrega se mantém até o final do ano (sem data especificada), mas de lá pra cá, veio a má notícia de que a empresa responsável por parte da finalização das obras, está passando por problemas financeiros.

Em uma matéria do blog Mural, os passageiros ouvidos pela reportagem, reclamam do intervalo entre os trens, a redução de velocidade e a interrupção da viagem para trocar de plataforma na Estação Oratório. Por outro lado, os passageiros também apontam as melhorias na região das estações como o paisagismo e a ciclovia.

Continue lendo este post, que abaixo eu explico porque o horário de funcionamento das quatro novas estações na Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, ainda não foi ampliado. E também conto sobre o “drama” da redução do ritmo de obras das quatro estações na Avenida Sapopemba e o que está previsto para acontecer nos próximos meses.

AMPLIAÇÃO DE HORÁRIO DAS ESTAÇÕES SÃO LUCAS, CAMILO HADDAD, VILA TOLSTÓI E VILA UNIÃO

As novas estações São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União da Linha 15-Prata foram inauguradas no dia 6 de abril e desde o dia 30 de julho, as estações tiveram seu horário de funcionamento ampliado, passando a funcionar das 9h às 16h, porém somente de segunda a sexta-feira.

E muitos dos passageiros que utilizam o trecho para chegar até a Estação Vila Prudente, antes sendo necessário fazer baldeação na Estação Oratório, aguardam com muita ansiedade a ampliação do horário, para que as estações funcionem ao menos nos horários de pico, o que facilitaria a vida de muitos desses passageiros.

Mas porque essa ampliação de horário ainda não aconteceu? Aos finais de semana, a Linha 15-Prata vêm sendo fechada de forma ininterrupta para testes do sistema de sinalização CBTC, de carrossel e das portas de plataforma. A empresa responsável pela realização desses testes é a canadense Bombardier.

No dia 21 de setembro, o Metrô declarou para o blog Mural da Folha de São Paulo, que a previsão de encerramento dos testes seria neste semestre, para dar início à ampliação do horário, porém o mês não foi especificado.

“Os testes que vêm sendo realizados na Linha 15-Prata seguem protocolos rígidos e imprescindíveis, que obedecem a padrões internacionais, fundamentais para a verificação da maturidade dos equipamentos, sistemas e interfaces, garantindo a sua confiabilidade e segurança”, disse a companhia.

palataforma estação são lucas psl
Plataforma da Estação São Lucas (Foto: Eduardo Silva)

O blog Metrô CPTM informou no dia 22 de setembro, que havia a expectativa da ampliação do horário durante o mês de setembro até que a versão definitiva do software de controle dos trens fosse entregue, mas com os testes ficando cada vez mais frequentes, se observa que ele ainda não está “maduro” o suficiente para funcionar perfeitamente.

No dia 28 de setembro, durante a inauguração das estações Hospital São Paulo, Santa Cruz e Hospital São Paulo da Linha 5-Lilás de metrô, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, declarou “na Linha 15-Prata tivemos um problema técnico, estamos cobrando a empresa Bombardier e acreditamos que até o final do ano teremos a operação comercial e mais uma nova estação”, referindo-se a Estação Jardim Planalto.

No dia 1º de outubro, o blog Metrô CPTM, ouviu de funcionários do Metrô, que a Bombardier ainda não forneceu o laudo de segurança do sistema CBTC (que controla as composições), em virtude de problemas com a operação das portas de plataforma. Sem essa autorização da Bombardier, não é possível ampliar o horário das quatro estações, em razão da grande demanda. Por essa razão, os testes seguem intensos aos finais de semana, com a interrupção total da linha.

viagem no monotrilho linha 15
Foto: Eduardo Silva

Já no dia 5 de outubro, mais um capítulo da “novela” sobre os testes na linha veio à tona, de acordo com a reportagem do telejornal SP1, da TV Globo, o Metrô disse que os testes podem terminar no mês de novembro, para acontecer a ampliação do horário das estações.

E recentemente o blog Ferroviando adiantou que, no dia 10 de outubro, foi publicado no Diário Oficial, um aditivo no contrato das obras, assinado no dia 4 de outubro, que prorroga o prazo de conclusão das obras para o dia 5 de dezembro, dando esperança que não seja feita uma nova licitação.

QUANDO AS ESTAÇÕES JARDIM PLANALTO, SAPOPEMBA, FAZENDA DA JUTA E SÃO MATEUS SERÃO FINALMENTE INAUGURADAS?

Quem passa pela Avenida Sapopemba fica sem entender porque as estações Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus da Linha 15-Prata, aparentemente com as estruturas finalizadas, ainda não foram inauguradas. Inclusive nos últimos meses, é notório observar a diminuição de funcionários trabalhando nos locais. O que está acontecendo?

Este “mistério” foi revelado pelo jornal Folha de São Paulo, no dia 5 de outubro, a publicação diz que a empresa Azevedo & Travassos, contratada para fazer o acabamento e a instalação hidraúlica das quatro estações, não está mais executando os trabalhos, em razão de problemas financeiros.

Nos terrenos das quatro estações que estão em construção, a empresa Azevedo & Travassos “largou” materiais como estruturas metálicas, pisos de granito, blocos de concreto, sacos de cimento, peças de escadas rolantes, caçambas de entulho, madeiras e banheiros químicos. Segundo a publicação, os trabalhos estão concentrados na finalização das instalações elétricas, estes que estão sendo realizados por uma outra empresa.

Funcionários das obras disseram ao jornal que no interior das estações ainda tem muito trabalho para ser feito como colocação de pisos, banheiros, preparação de salas operacionais e polimento de estruturas de concreto. A empresa também será responsável pela construção da ciclovia entre as quatro estações, porém no lugar dela o que se vê hoje, é muita terra e muito entulho acumulados no canteiro central.

Estação São Mateus
Estação São Mateus (Foto: Eduardo Silva)

Na região do Terminal Sapopemba, a diminuição da pista da Avenida Sapopemba, por causa das obras, atrapalha os pedestres e motoristas. A empresa também é responsável pelo paisagismo e a iluminação do exterior das estações. O Governo do Estado de São Paulo informou que já aplicou três multas à empresa, totalizando o valor de R$ R$ 1,6 milhão, e reconhece que a empresa “reduziu drasticamente o efetivo nas obras” nas últimas semanas.

Durante a inauguração das três novas estações da Linha 5-Lilás, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Clodoaldo Pelissioni, disse que “o Metrô está tomando as providências para ver se a empresa volta a trabalhar. Nós temos a empresa trabalhando não em um ritmo que nós gostaríamos e estamos trabalhando fortemente para que a empresa retome a obra na velocidade que precisamos”.

Durante a mesma inauguração, o blog Metrô CPTM conversou com um dos executivos do Metrô, onde ele disse que falta pouco para as estações na Avenida Sapopemba serem concluídas. A Estação Jardim Planalto pode ser concluída em 10 dias e as estações Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus podem ser concluídas em 45 dias.

A previsão mais recente do Metrô é que as quatro estações sejam entregues até o final do ano, porém, este prazo pode ser ampliado, já que a empresa Azevedo & Travassos, está com dificuldades financeiras.

No mês de setembro, a empresa conseguiu junto ao Metrô de São Paulo, a ampliação do prazo de vigência do contrato e da entrega das obras. A empresa solicitou que a finalização das obras das quatro estações passasse do dia 20 de setembro para o dia 20 de novembro.

jardim planalto estação Linha 15-Prata
Estação Jardim Planalto

O QUE DIZ A EMPRESA AZEVEDO & TRAVASSOS?

A empresa disse ao jornal Folha de São Paulo que está reavaliando o seu cronograma de construção das quatro estações e que pretende retomar os trabalhos até o final deste mês de outubro. O governo estadual informa que tem cobrado a empresa para que retome imediatamente as obras. Mas que também está avaliando rescindir os contratos de maneira rápida e com a posterior contratação de uma outra empresa para finalizar as obras.

Apesar da redução dos trabalhos ao longo das últimas semanas e do pedido da Azevedo & Travassos para adiar a entrega das quatro estações, o Metrô diz que não prevê mais atrasos. “Os prazos devem ser mantidos, uma vez que os trabalhos sob responsabilidade da empresa nas estações Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus são apenas complementares e estão com 90% das obras já concluídas”, diz a companhia.

CONSIDERAÇÕES FINAIS DA LINHA 15-PRATA

A “novela” da Linha 15-Prata pelo que você leu ainda vai ter muitos capítulos, quando tudo parecia que estava caminhando para a ampliação dos horários das quatro novas estações na Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello e a inauguração das quatro estações na Avenida Sapopemba, veio um “tsunami” para desespero de quem aguardava contar com a facilidade de se deslocar diariamente entre São Mateus e a Vila Prudente.

Agora só nos resta esperar o que vai acontecer até o final do ano, eu ainda tenho minhas dúvidas se a empresa Azevedo & Travassos vai conseguir se recuperar financeiramente para retomar as obras, mas vamos ter um pingo de esperança pelo menos.

Eu vou continuar acompanhando todas as informações referente a Linha 15-Prata e qualquer novidade irei contar aqui no site.

Se você tiver qualquer dúvida ou quiser colaborar com alguma informação sobre a Linha 15-Prata me envie um e-mail para eduardo@mobilidadesampa.com.br ou envie uma mensagem no Whatsapp (11) 96292-9448 que irei te responder. Até mais!

MOBILIDADE SAMPA

Quer ficar informado sobre tudo o que acontece na mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @mobilidadesampa no Twitter.

Use a hashtag #mobilidadesampa no Instagram.

Fique tranquilo. Não enviamos spam, a sua privacidade será respeitada e você poderá sair facilmente quando desejar.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here