Inauguração das estações São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União da Linha 15-Prata: Eu fui!

0
4268
linha 15 prata do monotrilho
Foto: Eduardo Silva

Após tantas promessas de entrega e problemas encontrados durante a construção das estações do monotrilho da Linha 15-Prata na Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, finalmente nesta sexta-feira, dia 6 de abril, o governo estadual inaugurou as estações São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União, totalizando 5,5 km de extensão.

Desde agosto de 2014 estava em operação apenas as estações Oratório e Vila Prudente, agora totalizando 7,8 km de extensão. Eu estive presente na inauguração e vou contar aqui para você os detalhes que observei nas áreas interna e externa das novas estações, as características das estações, o horário de funcionamento e outras informações. Continue lendo.

Os moradores dos bairros onde ficam localizadas as novas estações serão bastante beneficiados, pois será mais uma alternativa para chegar à Estação Vila Prudente (interligação com a Linha 2-Verde) e vão se sentir menos “enlatados” do que quando viajam nas linhas de ônibus da SPTrans como por exemplo a 5110-10, 4029-10, 364A-10, 4031-10 ou 3021-10 nos horários de pico.

O trânsito na Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello nos horários de pico é terrível, já que os coletivos dividem o mesmo espaço que os carros.

estações da linha 15 prata
Foto: Eduardo Silva

Antes de contar sobre a inauguração, uma dúvida muito frequente dos passageiros nesta sexta-feira foi sobre qual será o horário de funcionamento das novas estações São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União. Pois bem, inicialmente as estações irão funcionar somente de segunda a sexta-feira, das 10h às 15h, no formato de operação assistida, sem cobrança de tarifa, o intervalo médio entre os trens será de aproximadamente 7 minutos.

A velocidade máxima dos trens neste novo trecho será de cerca de 30 km/h. Os passageiros poderão embarcar gratuitamente nessas novas estações da Linha 15-Prata e seguir viagem até a Estação Oratório, onde terão que desembarcar do trem e acessar as catracas da estação para pagar a passagem, caso queiram seguir viagem até a Estação Vila Prudente.

Porque existe a operação assistida? O Metrô explica que esse modelo de operação consiste na apresentação da estação aos passageiros, garantindo a infraestrutura necessária para o funcionamento dos terminais. Esse modelo de operação segue o padrão internacional para abertura de novas estações de metrô e o horário de funcionamento deve ser ampliado gradativamente até chegar ao funcionamento pleno, das 4h40 à meia-noite, como em toda a rede metroviária.

operação assistida
Trem chegando na Estação Vila Tolstói, sentido Vila Prudente (Foto: Eduardo Silva)

Agora que está esclarecido quanto ao horário de funcionamento das novas estações da Linha 15-Prata, vou contar como foi a inauguração. Eu cheguei na Estação Oratório por volta de 9h30, a rotina da estação foi alterada durante a manhã, pois funcionários, seguranças e a imprensa aguardavam a chegada do governador Geraldo Alckmin para a inauguração.

Ele chegou por volta das 10h40 e subiu para a plataforma da estação para realizar a viagem no carro líder até a Estação Vila União, parando em cada uma das novas estações no meio do trajeto, a composição saiu com lotação máxima.

Durante a viagem até a Estação Vila União não senti muita diferença dos “solavancos” da composição durante o trajeto, pois já estou acostumado a senti-los ao viajar no trecho entre as estações Vila Prudente e Oratório, no demais a viagem foi tranquila.

Conforme a composição parava nas estações São Lucas, Camilo Haddad e Vila Tolstói, pude observar pela primeira vez a plataforma das novas estações, que não são muitos diferentes da arquitetura das estações Oratório e Vila Prudente. Por fim, a composição chegou na Estação Vila União.

plataforma da estação vila união
Plataforma da Estação Vila União (Foto: Eduardo Silva)

Ao chegar na Estação Vila União, uma grande quantidade de pessoas aguardava a chegada do governador Geraldo Alckmin, nesta estação ele realizou vários discursos, cumprimentou as pessoas, o prefeito João Doria também estava presente na estação, a plataforma da nova estação ficou cheia. Enquanto isso, eu aproveitei para conhecer a área interna da estação e eu também fui verificar como ficou a área externa da estação.

Por coincidência eu moro na região da Vila Tolstói e a região da Estação Vila União eu conheço também, já que são bairros vizinhos, sempre observei o andamento das obras tanto desta estação, quanto das demais estações que foram inauguradas nesta sexta-feira.

Uma coincidência que observei ao visitar as quatro novas estações é que elas foram entregues às pressas, sabe quando estamos terminando de fazer uma construção em nossa casa e ela fica com o piso sujo de poeira, vidros sujos, escadas sujas, barro no quintal e na calçada, acabamento dos sanitários e fiação elétrica para ser finalizada? Este era o cenário das estações, a obra bruta foi finalizada, todas as estações têm uma arquitetura muito bonita, mas os funcionários ainda vão precisar nos próximos dias fazer aquela faxina no estilo que fazemos em nossa casa no fim de semana, sabe?

Pegar rodo, vassoura, esfregão, multiuso Veja e fazer uma boa faxina pra ficar limpo. Abaixo vou contar para você esses e outros detalhes, em especial sobre a Estação Camilo Haddad que está incompleta.

CARACTERÍSTICAS DAS NOVAS ESTAÇÕES

Utilizando um conceito arquitetônico leve, que visa a menor interferência possível na paisagem local, as novas estações seguem o padrão que pode ser visto nas estações Vila Prudente e Oratório. Todas as estações ficam elevadas a cerca de 16 metros de altura, no canteiro central da Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello.

Elas apresentam soluções estéticas em concreto aparente e aço com aberturas que garantem plena ventilação e iluminação natural, nos três diferentes pavimentos: acesso, mezanino e plataforma, que é coberta com estrutura metálica em arco. Por sua vez, as plataformas são centrais, com 90 metros de comprimento e 9,9 metros de largura.

plataforma camilo haddad linha 15
Plataforma da Estação Camilo Haddad (Foto: Eduardo Silva)

As quatro novas estações receberam um acabamento similar, com revestimento dos pisos em granito, composto com piso tátil, e das paredes em pastilhas cerâmicas e fechamento em vidro translúcido incolor. As estações contam também com sistema de portas automáticas em toda sua extensão, escadas rolantes, escadas fixas e elevadores, garantido a acessibilidade, além de sanitários públicos.

ESTAÇÃO VILA UNIÃO

Conforme disse acima a primeira estação que desci para observar os detalhes foi a Estação Vila União. A nova estação possui acesso nos dois lados da Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, 9109. No lado ímpar da avenida, a estação possui saída para a Rua Alexandre Galera e no lado par da avenida, a estação possui saída para a Rua Emílio Jafet Filho e a Avenida Casa Grande.

São 6,3 mil m² de área construída, duas bilheterias blindadas, sete escadas rolantes, três escadas fixas e três elevadores. A passarela de pedestres sob a Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello é livre. Quando a estação estiver em funcionamento pleno têm a previsão de atender 13 mil passageiros por dia.

Estação Vila União do monotrilho
Foto: Eduardo Silva

Os dois acessos da estação estavam funcionando para as pessoas acessarem a estação, ao redor da estação as residências dos moradores estão bastante próximas e em ambos os acessos a calçada é bastante larga e foram colocados dois totens, totalizando quatro totens. Dava para perceber nitidamente que as calçadas foram lavadas horas antes da inauguração, tanto agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego e uma viatura com dois policiais militares monitoravam o trânsito no entorno da estação.

ESTAÇÃO SÃO LUCAS

Depois que voltei para a plataforma da Estação Vila União, a composição estava parada aguardando ordem do Centro de Controle para seguir viagem no sentido Oratório, eu ia descer na próxima Estação Vila Tolstói, porém foi anunciado que a composição seguiria viagem sem paradas até a Estação Oratório.

Ao chegar na Estação Oratório, aguardei novamente outra composição para seguir viagem no sentido Vila União, porém decidi descer na próxima Estação São Lucas para conhecê-la.

Durante o tempo que fiquei na plataforma da Estação Oratório percebi que foram colocadas grades para separar os passageiros da operação assistida dos passageiros que seguem viagem no sentido Vila Prudente, estava um pouco desorganizado, nos próximos dias vou observar como ficará este esquema dentro da estação.

Estação São Lucas do monotrilho
Foto: Eduardo Silva

A Estação São Lucas possui acesso nos dois lados da Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, 5345. No lado par da avenida, a estação possui saída para a Rua Francisco Fett e no lado ímpar da avenida, a estação possui saída para a Rua Doutor Sales Gomes Junior. A arquitetura da nova estação ficou muito bonita, impressiona todas as pessoas que passam pelo local.

A estação conta com 6,3 mil m² de área construída, duas bilheterias blindadas, sete escadas rolantes, três escadas fixas e três elevadores. A passarela de pedestres sob a Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello é livre, permitindo que os pedestres passem de um lado a outro da avenida em segurança. Quando a estação estiver em funcionamento pleno têm a previsão de atender 9 mil passageiros por dia.

Ao visitar a Estação São Lucas, tanto na plataforma, no mezanino e na área externa ainda tinha poeira nos pisos e nos vidros. No mezanino, somente a área próxima às catracas estava aberta para a circulação das pessoas, o restante do mezanino estava fechado por grades, com muita poeira acumulada no piso e os sanitários não estavam funcionando.

Os dois acessos estavam funcionando para as pessoas acessarem a estação. Observei que parte do gramado do paisagismo foi colocado de maneira bastante improvisada no canteiro central da avenida.

ESTAÇÃO CAMILO HADDAD

Voltei para a plataforma da Estação São Lucas e aguardei a composição para seguir viagem no sentido Vila União e desembarcar na Estação Camilo Haddad. Ao visitar a Estação Camilo Haddad, tanto na plataforma e no mezanino ainda tinha poeira nos pisos e nos vidros, no lado externo da plataforma sentido Vila Prudente ainda tinha sujeira de cabos cortados e fios e conduítes espalhados no piso.

Na área externa, mudas de árvores estavam nos canteiros sem terem sido plantadas adequadamente. Nas próximas semanas os funcionários ainda terão que fazer muita limpeza dentro da estação para deixá-la brilhando igual quando fazemos faxina em nossa casa.

A nova estação possui acesso nos dois lados da Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, 6620. No lado par da avenida, a estação possui saída para a Rua Monsenhor João José de Azevedo e no lado ímpar da avenida, a estação possui saída para a Avenida Vila Ema.

O acesso que possui saída para a Avenida Vila Ema estava fechado, os funcionários ainda estavam finalizando acabamentos no piso e na escada rolante, tinha muito entulho e máquinas paradas no local. O bicicletário estava fechado e os paraciclos não foram instalados.

estação camilo haddad do monotrilho
Foto: Eduardo Silva

A estação conta com 6,3 mil m² de área construída, duas bilheterias blindadas, sete escadas rolantes, três escadas fixas e três elevadores. A passarela de pedestres sob a Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello é livre. Quando a estação estiver em funcionamento pleno têm a previsão de atender 7 mil passageiros por dia.

Na área externa da estação, na saída para a Rua Monsenhor João José de Azevedo, o acesso para um dos elevadores estava com a fiação solta, o gramado e as plantas do paisagismo foram colocados de maneira bastante improvisada, a calçada que fica próxima à passagem da linha de transmissão da Eletropaulo estava com muito lixo espalhado e concreto solto. O local onde fica a subestação de energia tinha funcionários realizando alguma obra.

No canteiro central da Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello por onde passa a ciclovia tinha um grande buraco tapado com uma madeira, os ciclistas que passarem por ali terão que tomar bastante cuidado quando passarem com as suas bicicletas. E no acesso que possui saída para a Avenida Vila Ema que estava fechado fizeram um isolamento do local com fitas amarelas.

ESTAÇÃO VILA TOLSTÓI

Após visitar a área externa da Estação Camilo Haddad, voltei para a plataforma e aguardei a composição para seguir viagem no sentido Vila União e desembarcar na Estação Vila Tolstói para visitá-la. Esta estação é a mais próxima da minha residência, desde 2014 os moradores aguardavam com muita ansiedade a inauguração desta estação, assim como nas demais estações os moradores também aguardavam inaugurá-las.

Um dia antes da inauguração, eu tinha passado em frente à estação dentro do ônibus da linha 4033-10 Jardim Guairacá – Jardim Nova Conquista e sem brincadeira tinham mais de 50 pessoas trabalhando no acabamento da estação, colocando gramado, fazendo calçamento, instalando semáforos, pintando sinalizações e fazendo limpeza, uma correria danada para entregar a estação.

A nova estação possui acesso nos dois lados da Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, 7712. No lado par da avenida, a estação possui saída para as ruas Alves José e Tapiramuta e no lado ímpar da avenida, a estação possui saída para a Rua Angical do Piauí.

Na área externa da estação o acesso para a Rua Tapiramuta estava com muito barro na calçada, enquanto o acesso para a Rua Angical do Piauí estava com poeira na calçada. A arquitetura da nova estação ficou muito bonita, impressiona todas as pessoas que passam pelo local.

estação vila tolstói
Foto: Eduardo Silva

São 7,5 mil m² de área construída, duas bilheterias blindadas, sete escadas rolantes, três escadas fixas e três elevadores. A passarela de pedestres sob a Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello é livre. Quando a estação estiver em funcionamento pleno têm a previsão de atender 9 mil passageiros por dia.

Na plataforma e mezanino da Estação Vila Tolstói o cenário não era muito diferente das demais estações, os pisos e os vidros estavam com poeira, os funcionários ainda vão ter bastante trabalho para fazer a limpeza, inclusive tinha alguns funcionários limpando as escadas fixas.

Os sanitários não estavam funcionando ainda. No período que eu fiquei visitando a estação, a visitação de pessoas foi baixa, já que a inauguração não foi amplamente divulgada, nas próximas semanas vou observar o fluxo de passageiros nesta estação.

PAISAGISMO

Além da estrutura leve construída no canteiro central da Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, o projeto da Linha 15-Prata contemplou a implantação de ciclovia por todo o trecho, cercada por um projeto paisagístico com jardins que vão revitalizar a via e devem se tornar uma opção de lazer aos moradores da região.

Também foram instalados postes com luminárias de LED em todo este espaço. A ciclovia e o jardim se juntam ao já existente implantado pelo Metrô entre as estações Vila Prudente e Oratório, acompanhando todo o traçado do monotrilho por seus 7,8 km de extensão.

paisagismo vila união
Região da Estação Vila União (Foto: Eduardo Silva)

LINHA 15-PRATA

O monotrilho da Linha 15-Prata conecta as regiões leste e sudeste da capital paulista, ele possui características diferentes do metrô convencional, pois seus trens são operados de modo totalmente automático e trafegam com pneus sobre vigas de concreto elevadas. Cada composição possui sete carros e capacidade para transportar mil passageiros por viagem.

A implantação da linha compreendeu a construção do Pátio de Manutenção Oratório, na altura do número 1053, da Avenida do Oratório, a compra de 27 trens da frota M fabricados pela empresa Bombardier, o funcionamento dos sistemas elétricos, de sinalização e de controle, além dos três novos terminais de ônibus na Vila Prudente, atualmente somente o Terminal Norte está operando, nos terminais Central e Sul as obras foram finalizadas, faltando a SPTrans inaugurá-los em definitivo.

Estação São Mateus
Estação São Mateus (Foto: Eduardo Silva)

As colunas e vigas que compõem a via estão instaladas até a região do Jardim Colonial, na altura do número 1400 da Avenida Mateo Bei, próximo à Prefeitura Regional de São Mateus. As estações Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus, que ficam localizadas no canteiro central da Avenida Sapopemba serão inauguradas até o mês de junho.

A Estação Sapopemba terá interligação com o Terminal Sapopemba – Teotônio Vilela da SPTrans e a Estação São Mateus terá interligação com o Terminal Metropolitano da EMTU por onde circulam linhas intermunicipais da Metra e municipais da SPTrans.

A Estação Jardim Colonial, antiga Estação Iguatemi, terá suas obras licitadas até o mês de junho e a previsão de entrega será em 2021. Quando o trecho de 15,3 km estiver em funcionamento pleno, entre as estações Vila Prudente e Jardim Colonial, a expectativa é de atender cerca de 400 mil passageiros por dia.

Lembrando que quando a Linha 15-Prata começou a ser construída foi prometida que a linha chegaria até o bairro Cidade Tiradentes, porém as obras do trecho entre as estações Jardim Colonial e Terminal Cidade Tiradentes foi deixado para segundo plano, sendo dada prioridade para o trecho existente.

Após a Estação Jardim Colonial serão seis estações: Jequiriçá, Jacu-Pêssego, Érico Semer, Márcio Beck, Cidade Tiradentes e Hospital Cidade Tiradentes. É frequente eu escutar as conversas dos passageiros nos terminais e no metrô dizendo que a linha chegará até a Cidade Tiradentes, mas não foi amplamente divulgado para essas pessoas que por enquanto o monotrilho vai somente até a Estação São Mateus.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

No começo deste ano de 2018 fiquei bastante surpreso quando o Metrô anunciou que a entrega das novas estações São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói e Vila União da Linha 15-Prata seria realizada até o início de abril, pois já era uma promessa antiga dessas estações ficarem prontas antes da Copa do Mundo de 2014, mas finalmente depois de inúmeros adiamentos foram inauguradas.

São muitíssimo bem-vindas as novas estações, sendo mais uma alternativa para a população dos bairros como Vila Industrial, Jardim Grimaldi, Vila Tolstói, Jardim Guairacá, Vila Ema e Parque São Lucas se deslocarem até a Estação Vila Prudente para fazer a interligação com a Linha 2-Verde.

Nos horários de pico, os ônibus que passam pelas avenidas Sapopemba, Vila Ema, Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello e Oratório seguem lotados para a Vila Prudente, agora com as estações inauguradas os passageiros vão testar em qual modal se sentirão menos “enlatados”, se nos ônibus ou no monotrilho.

Durante os próximos meses vou acompanhar de perto a rotina das novas estações, verificar o trabalho da limpeza nas estações e a movimentação dos passageiros e contarei tudo aqui no site.

trânsito anhaia mello
Foto: Eduardo Silva

Durante a minha visita, quando eu estava na Estação São Lucas, uma passageira ficou nervosa porque não foi informado em qual plataforma o trem seguiria para a Estação Oratório e acabou se atrasando para ir trabalhar. Na Estação Vila União eu conversei com alguns moradores e a maioria estavam encantados por terem finalmente uma estação de metrô no bairro, pois acaba valorizando a região onde moram.

Na Estação São Lucas, enquanto eu tirava as fotos, várias pessoas na área externa perguntavam se realmente a estação estava aberta. Achei a movimentação de visitantes um pouco baixa, talvez por causa do horário da visitação ser reduzido, mas a grande maioria dos moradores ficou sabendo que as estações estavam abertas somente na sexta-feira.

Agora fica a expectativa para a abertura das estações Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus até junho, fico bastante curioso para saber como será a movimentação dos passageiros na Estação São Mateus, pois por esta estação virão passageiros do Terminal São Mateus, por onde chegam linhas de ônibus da cidade de Santo André e dos bairros da Zona Leste de São Paulo como São Miguel Paulista, Cidade Tiradentes, Parque São Rafael, entre outros.

Pelo Whatsapp (11) 96292-9448 para os leitores nos enviarem perguntas, é muito frequente as pessoas perguntarem quando vai inaugurar a Estação São Mateus. Vou acompanhar também quando inaugurarem as próximas estações da Linha 15-Prata. Até um próximo post em breve! Qualquer questionamento ou dúvida pode me encaminhar um e-mail para eduardo@mobilidadesampa.com.br que irei te responder.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO