Estações Vila Formosa e Anália Franco da Linha 2-Verde

9894
Terrenos desapropriados para o Metrô na Vila Formosa estão abandonados. (Foto: Joyce Ribeiro/CBN)

A reportagem da rádio CBN está realizando a série de reportagens “Seu bairro, nossa cidade” e nesta quarta-feira, dia 14 de setembro de 2016, a equipe visitou o distrito de Vila Formosa. Um dos assuntos em destaque foram as obras abandonadas de duas estações do Metrô.

Há projeto para a implantação de duas estações no distrito: Anália Franco e Vila Formosa, resultado do prolongamento da Linha 2-Verde. Hoje não há estações do metrô nem da CPTM, mas o distrito é atendido pelos ônibus.

A Estação Vila Formosa ficará localizada na altura do número 976 da Avenida Doutor Eduardo Cotching, próximo à Praça Lions. A Estação Anália Franco ficará localizada numa área próxima ao Shopping Anália Franco.

A população agora aguarda o início das obras porque os terrenos já foram desapropriados e estão abandonados. Em janeiro deste ano, o governador Geraldo Alckmin anunciou o adiamento do início de prolongamento da linha 2-Verde por um ano, por motivo de dificuldades financeiras. A presidente da Sociedade dos Amigos de Vila Formosa, Silvia Inês Machado, critica a atual situação.

Os terrenos abandonados pela obra trazem assaltos. A região ficou escura, sem a iluminação das casas e o movimento dos moradores.

Terrenos desapropriados para o Metrô na Vila Formosa estão abandonados. (Foto: Joyce Ribeiro/CBN)
Terrenos desapropriados para o Metrô na Vila Formosa estão abandonados. (Foto: Joyce Ribeiro/CBN)

O trânsito é outro motivo de reclamação dos moradores. Antônio Pereira Marques, integrante do Lions Clube Vila Formosa, destaca que os congestionamentos têm piorado.

Vila Formosa é um distrito da Zona Leste. Tem mais de sete quilômetros quadrados de área e 90 mil habitantes. Ocupa a posição de número 34 no IDH entre os 96 distritos da cidade. O distrito mescla casas de classe média com condomínios de altíssimo padrão, como no Jardim Anália Franco.

Leia também

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here