Policiais militares reforçam segurança na Avenida Paulista

A região da Avenida Paulista, um dos cartões-postais da cidade, recebe, a partir desta segunda-feira, 07 de agosto, um projeto experimental que conta com 358 vagas para policiais militares na Operação Delegada, das 2.400 abertas pela Prefeitura neste ano. A medida tem o objetivo de aumentar a segurança e enfrentamento ao comércio irregular. 

No total, o número de policiais militares que participam da Operação Delegada na cidade passou de 1.163 para 2.400, dos quais, 1.579 somente na área da Subprefeitura da Sé, da qual a Paulista faz parte. O contingente no Centro se soma ao número de guardas civis metropolitanos, de aproximadamente 1.400 agentes por dia e 300 viaturas/dia nas ruas, além de 60 motos extras/dia, na região central. 

“A Prefeitura está investindo muito nessa questão da segurança. A Paulista é uma dessas áreas, até por conta da complexidade, dos turistas”, disse o prefeito Ricardo Nunes, ao falar do aumento de policiais na região.  

De acordo com o coordenador de Governança da Atividade Delegada, coronel Celso Luiz Pinheiro, a população vai perceber as mudanças, não só na Sé, mas em todo o Centro, já nos próximos dias. Pinheiro informa ainda que os policiais serão distribuídos em 35 locais na Paulista e arredores.  

Os oito distritos administrados pela Subprefeitura Sé (Bela Vista, Bom Retiro, Cambuci, Consolação, Liberdade, República, Sé e Santa Cecília) terão a presença dos policiais militares desenvolvendo a atividade, com 375 vagas diárias no Centro Novo, 274 vagas no Triângulo Histórico, 200 vagas na Praça da Sé, 180 vagas na 25 de Março, 50 vagas na José Paulino, 60 vagas na Santa Ifigênia, 36 vagas na Florêncio de Abreu e 32 vagas na Liberdade e entorno, além de uma equipe volante em toda a Subprefeitura Sé, contemplando 14 vagas. Em toda a região serão implementados 178 locais, inicialmente. A quantidade e a distribuição foram planejadas pela Governança da Atividade Delegada em conjunto com a Comissão Paritária (Polícia Militar e Secretaria de Segurança Urbana). 

A participação dos policiais no programa é voluntária. Portanto, o preenchimento das vagas e, consequentemente, dos postos no território, depende da adesão dos agentes. 

A Operação Delegada é realizada por meio de um convênio entre a Prefeitura e o Governo do Estado de São Paulo para que agentes da Polícia Militar reforcem o policiamento na cidade durante suas folgas. O foco da atuação da Operação Delegada é combater o comércio de ambulantes irregulares nas ruas da capital. 

A Atividade Delegada  e as  vagas são disponibilizadas por Comando de Policiamento de Área e a inscrição dos policiais é voluntária. Os policiais atuam de farda e com equipamentos da PM na fiscalização de posturas municipais.