Greve de ônibus em SP: SPTrans solicita execução imediata da multa por descumprimento de frota

303
Foto: C. Henrique

A SPTrans, empresa que gerencia o transporte coletivo na capital, informou que solicitou à Justiça a execução imediata da multa já aplicada por determinação judicial em decisão liminar, além da sua majoração.

O Sindmotoristas descumpriu a decisão liminar na Justiça do Trabalho que determinou a manutenção de 80% da frota operando nos horários de pico e 60% nos demais horários, sob pena de multa diária de R$ 50 mil durante a greve de ônibus.

A SPTrans disse ainda que irá autuar as empresas pelo não cumprimento das viagens.

Durante a madrugada, 46 linhas do Noturno, de 150, operaram normalmente.

A SPTrans pediu ao TRT que antecipasse o julgamento do dissídio entre as empresas e os empregados, no entanto, o pedido foi rejeitado e a audiência só vai acontecer nesta quarta-feira, dia 15, às 15h.

A paralisação afeta 713 linhas e 6,5 mil ônibus, que transportariam 1,5 milhão de passageiros no pico da manhã.

Leia também

Deixe seu comentário