Greve de ônibus em SP: TRT rejeita pedido de antecipar audiência de dissídio

193
Ônibus Santo Amaro SPTrans
Foto: Erik Silva

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) rejeitou o pedido da Prefeitura de São Paulo e do SPUrbanuss, sindicato patronal, para antecipar a audiência de dissídio para esta terça-feira, 14 de junho de 2022.

Desde às 00h desta terça, 14, uma greve de ônibus afeta a cidade de São Paulo. O pedido do sindicato patronal de antecipar a audiência do dissídio, tinha como objetivo por fim a greve e evitar transtornos no período da tarde.

O TRT rejeitou o pedido com a justificativa que não há espaço na agenda dos juízes, e manteve para quarta-feira, dia 15, às 15h, a audiência entre o sindicato patronal e os empregados.

O SPUrbanuss disse a BandNews FM que não há uma nova proposta de acordo, que o que foi oferecido está nas mãos da justiça trabalhista.

Os trabalhadores devem se reunir no período da tarde para manter a manutenção da greve.

Leia também

Deixe seu comentário