Quem for flagrado sem máscara no Estado de São Paulo terá de pagar multa

24
Uso de máscara
Imagem de Abhilash Jacob por Pixabay

A partir de quarta-feira, dia 1º de julho de 2020, quem for flagrado sem máscara no Estado de São Paulo será multado em R$ 524,59.

A fiscalização será feita por 5.500 agentes da Vigilância Sanitária. A diretora do órgão, Cristina Megid, afirma que cada fiscal terá autonomia para agir sozinho. Nas abordagens, máscaras serão oferecidas para quem não estiver com o item.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Cristina Megid esclareceu que a multa só será aplicada se o indivíduo continuar mostrando resistência.

Comércios, empresas prestadoras de serviço, de transporte público e escolas também poderão ser multadas. Nesses casos o valor será maior: R$ 5.025,00 por cada pessoa flagrada sem máscara.

A iniciativa do Governo do Estado de São Paulo não é, porém, unanimidade no Estado de São Paulo. O prefeito de Campinas, por exemplo, já afirmou que não vai cobrar do cidadão ou de estabelecimentos da cidade.

Jonas Donizetti explicou que vai aplicar a chamada “multa moral”, além de distribuir máscaras gratuitamente.

A fiscalização da Vigilância Sanitária a partir de hoje poderá contar com o apoio da Polícia Militar e da Guarda Civil Metropolitana.

Deixe seu comentário