Capital paulista registra pico de oito quilômetros de lentidão na manhã desta segunda-feira, dia 18

Na segunda-feira da semana passada, dia 11 de maio, enquanto vigorava o rodízio de placas ímpares e pares, o pico de lentidão foi de 4 quilômetros, registrado às 8h

21
Radial Leste Faixas de ônibus
Foto: Prefeitura de São Paulo

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes e da Companhia de Engenharia de Tráfego, informou que na manhã desta segunda-feira, dia 18 de maio, data em que o rodízio municipal de veículos voltou a vigorar, o pico do índice de lentidão medido pela Companhia de Engenharia de Tráfego, a partir da base de dados do aplicativo Waze, foi de 8 quilômetros, registrado às 7h30.

Na segunda-feira da semana passada, dia 11 de maio, enquanto vigorava o rodízio de placas ímpares e pares, o pico de lentidão foi de 4 quilômetros, registrado às 8h. Já no mesmo dia da semana retrasada, dia 4 de maio, o pico de lentidão foi de 21 quilômetros, às 8h.

Quanto ao índice de congestionamento, nesta manhã, dia 18 de maio, foi registrado congestionamento de 3 quilômetros entre 7h e 8h30. Na segunda-feira da semana passada, dia 11 de maio, o único horário que apresentou congestionamento foi o das 8h30, com 1 quilômetro. Já na segunda-feira da semana retrasada, dia 4 de maio, houve pico de congestionamento entre 8h e 9h, de 11 quilômetros.

Transporte coletivo

A SPTrans informou que permanece o reforço dos 1.600 ônibus que foram incluídos na frota operacional da cidade de São Paulo desde o dia 11 de maio, totalizando 8.394 veículos. Desta forma, a frota em circulação chega a 65,5% de um dia útil.

As equipes de campo da SPTrans seguem monitorando a movimentação de passageiros e fará ajustes que eventualmente sejam necessários.

Deixe seu comentário