Bilhete Único de Osasco é aprovado, mas sem integração com a EMTU e CPTM

A Câmara Municipal de Osasco aprovou no dia 28 de novembro, o Projeto de Lei 102 de 2019 que prevê a implantação do Bilhete Único de Osasco na cidade. Agora o projeto segue para sanção do prefeito Rogério Lins, a previsão da Prefeitura de Osasco é que o benefício comece a valer no dia 16 de dezembro.

No entanto, inicialmente o Bilhete Único não prevê a integração com os trens da CPTM e com os ônibus intermunicipais da EMTU.

A Prefeitura de Osasco ainda vai avaliar se o limite para as integrações diárias, pagando apenas uma tarifa, será de uma hora ou uma hora e meia de diferença entre o primeiro e o segundo embarque.

O Projeto de Lei prevê que a Prefeitura de Osasco irá arcar com os custos da segunda tarifa. Referente aos postos de recarga do Bilhete Único de Osasco, atualmente há poucos locais para carregá-lo em Osasco, só é possível carregar pessoalmente nos postos do Cartão Bem.

A lei também prevê a possibilidade da recarga do Bilhete Único ser efetuada pela internet, as concessionárias Viação Osasco e Viação Urubupungá serão responsáveis por implantar o serviço on-line.

O projeto autoriza também que estabelecimentos como bancas de jornais, farmácias, drogarias, bares, restaurantes e supermercados façam parte da rede de postos de recarga do Bilhete Único.

Deixe um comentário