Greve de ônibus em Guarulhos: Motoristas e cobradores podem paralisar as atividades a partir de 10 de maio

6726
Viação Campo dos Ouros Greve de ônibus em Guarulhos
Foto: Clube do Ônibus
Publicidade

Os motoristas e cobradores de ônibus de Guarulhos, na Região Metropolitana de São Paulo, podem paralisar as atividades no final desta semana.

No final da tarde desta segunda-feira, o Sincoverg (Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários no Transporte de Passageiros, Urbano, Suburbano, Metropolitano, Intermunicipal e Cargas Próprias de Guarulhos e Arujá em São Paulo) realizou uma assembleia onde a categoria deflagrou estado de greve e pode realizar paralisação a partir da próxima sexta-feira, dia 10 de maio.


Acompanhe aqui as informações em tempo real sobre a greve de ônibus em Guarulhos


A categoria que está em campanha salarial pede reajuste linear para todos os funcionários acima da inflação e a manutenção da Participação nos Lucros e Resultados.

O Guarulhos Hoje apurou que o sindicato seguirá conversando com os responsáveis pelo transporte público da cidade ao longo desta semana e caso a proposta não seja aceita pela categoria, existe a possibilidade de paralisação a partir do dia 10 de maio.

Seguro Viagem

Antes da realização da assembleia os ônibus das empresas Vila Galvão, Guarulhos e Campo dos Ouros foram recolhidos para as garagens deixando a população a pé no final da tarde, sem qualquer aviso aos passageiros e à Prefeitura de Guarulhos, os pontos de ônibus ficaram lotados.

Diversos ônibus ficaram estacionados na Avenida Salgado Filho, na região central, durante a realização da assembleia. Uma das linhas afetadas foi a 433 que liga o Jardim São João à Vila Galvão.

A paralisação dos ônibus pegou a população de Guarulhos de surpresa justamente no horário de pico da tarde e noite. Após o término da assembleia um pouco antes das 19h, os pontos de ônibus permaneciam lotados, mesmo com os ônibus voltando a circular de forma gradativa.

O Guarulhos Hoje entrou em contato com o sindicato que alegou que não houve paralisação dizendo que a realização da assembleia é um direito dos funcionários.

O Guaruset (Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos e Metropolitanos de Passageiros de Guarulhos e Arujá) informou ao Guarulhos Web que a realização da assembleia ocasionou na paralisação total das atividades das empresas de ônibus da cidade, não sendo uma atividade isolada em qualquer uma delas.

O Guaruset disse que tomará as medidas cabíveis para que não haja mais nenhuma paralisação do transporte público da cidade. “Lamentamos a decisão de hoje do sindicato, que afetou os serviços e o bem-estar dos usuários e da população da região. Reforçamos ainda nosso compromisso com a qualidade dos serviços prestados”, diz em nota.

Já a Secretaria de Transportes e Mobilidade Urbana da Prefeitura de Guarulhos, informou ao Guarulhos Web que também foi pega de surpresa com a paralisação dos motoristas e cobradores de ônibus no final da tarde, não sendo possível acionar um plano de emergência para atender os passageiros prejudicados e lamenta que atos desta natureza tenham prejudicado a população.

O Mobilidade Sampa acompanhará as negociações entre o sindicato da categoria e os responsáveis pelas empresas de ônibus da cidade e novas informações serão divulgadas em nossos canais de comunicação.

Leia também

Mobilidade Sampa

Quer ficar informado sobre tudo o que acontece na mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @mobilidadesampa no Twitter.

Siga o @mobilidadesampa no Instagram.

Deixe seu comentário

comentários

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here