Ações para aumentar segurança do pedestre na Rua dos Pinheiros se tornarão permanentes

Redução da velocidade máxima de 50 km/h para 40 km/h e áreas ampliadas para travessia de pedestres serão mantidas e ampliadas

75
Rua dos pinheiros oeste
Publicidade

O projeto de intervenção urbana Caminhar Pinheiros se encerra nesta sexta-feira, dia 15 de fevereiro, mas as ações testadas na Rua dos Pinheiros, entre as ruas Cônego Eugênio Leite e Joaquim Antunes, serão adotadas de forma permanente e ampliadas.

O aumento da área de calçadas junto às faixas de travessia de pedestres nos cruzamentos da Rua dos Pinheiros com a Rua Cônego Eugênio Leite e a Rua Joaquim Antunes receberão pintura e balizadores novos. Isso vai garantir maior segurança nas travessias e reduzir a exposição dos pedestres ao risco de atropelamento em cerca de 40%.

A velocidade máxima adotada no perímetro da intervenção, de 40 km/h, será mantida e ampliada para toda a via, da Avenida Brigadeiro Faria Lima até a Praça Portugal.

A iniciativa decorre do Festival Pinheiros – que fecha a rua de mesmo nome somente para pedestres duas vezes por ano -, e teve início em 5 de novembro, sendo prorrogada em 10 de dezembro. Trata-se de um parceria entre a sociedade civil, no caso o Coletivo Pinheiros, que reúne comerciantes da região, com órgãos públicos, como a Companhia de Engenharia de Tráfego e a Subprefeitura de Pinheiros.

Ela conta ainda como o apoio do vereador José Police Neto, autor do Estatuto do Pedestre e que destinou recursos de emenda parlamentar para custear o projeto urbanístico, além da Iniciativa Bloomberg.

A Companhia de Engenharia de Tráfego pretende implementar a alteração na velocidade máxima para 40 km/h após o Carnaval, adequando radares e sinalização. A pintura definitiva e balizadores nas esquinas também devem ser aplicados ainda neste semestre, com recursos de emenda parlamentar do vereador José Police Neto.

Os organizadores da intervenção ainda vão debater a elaboração de novos testes com foco em outras esquinas ao longo da Rua dos Pinheiros. A própria Companhia de Engenharia de Tráfego realizou testes provisórios nas esquinas da Mateus Grou e da Fradique Coutinho (ao lado da Estação Fradique Coutinho da Linha 4-Amarela) e autorizou a pintura definitiva em ambas.

Na próxima fase, que depende de novo financiamento a ser captado, todos os cruzamentos da Rua dos Pinheiros entre a Avenida Brigadeiro Faria Lima e a Praça Portugal devem ser avaliados. Alguns deles já estão sendo considerados para possíveis testes, nas ruas Virgílio de Carvalho Pinto e Francisco Leitão.

IMPACTOS

De acordo com análise da Companhia de Engenharia de Tráfego, a intervenção não causou impacto significativo na fluidez do trânsito. Ainda assim, a região foi atingida diretamente pela interdição do viaduto na Marginal Pinheiros, próximo à Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo, em 15 de novembro.

Dados apresentados pela 99 mostram que, em média, para corridas com origem em Pinheiros, o atraso no deslocamento foi de 3%. Para corridas com destino à Rua dos Pinheiros, o atraso chegou a 9%. Em média, as viagens realizadas por motoristas da 99 tornaram-se 3,8% mais lentas em toda a cidade.

A Companhia de Engenharia de Tráfego realizou 471 entrevistas in loco.

Entre os participantes da pesquisa:

  • 79% frequentam a Rua dos Pinheiros pelo menos 3 vezes por semana;
  • 67% trabalha na região;
  • 27% são moradores;

A maioria dos entrevistados:

  • 77% disse ter gostado da intervenção temporária;
  • 68% afirmou ter se sentido mais seguros com a pintura de avanço nas calçadas;
  • 60% sentiu diferença no comportamento do motorista;
  • Houve um empate técnico entre os entrevistados (a margem de erro da pesquisa é de 5 pontos porcentuais) sobre transformar a pintura definitivamente em calçada: para 47%, a pintura não deve ser substituída por calçada, já 45% acredita que sim;

NOTÍCIAS

Acompanhe todas as notícias sobre o trânsito da cidade de São Paulo, acessando a seção Trânsito.

MOBILIDADE SAMPA

Quer ficar informado sobre tudo o que acontece na mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @mobilidadesampa no Twitter.

Siga o @mobilidadesampa no Instagram.

Fique tranquilo. Não enviamos spam, a sua privacidade será respeitada e você poderá sair facilmente quando desejar.

Deixe seu comentário

comentários

Publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here