Obras da Linha Camargo seguem em ritmo acelerado

12
Linha Camargo em São Bernardo
Foto: Prefeitura de São Bernardo do Campo

A segunda etapa da Linha Camargo em São Bernardo do Campo segue em ritmo acelerado. Na manhã desta segunda-feira, dia 19 de novembro, o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, realizou vistoria no local e conferiu o andamento das intervenções acompanhado do secretário de Transportes e Vias Públicas, Delson José Amador.

“Viemos fazer essa vistoria de uma obra que não tinha sequer programação, mas retomamos e vamos entregar até o final de janeiro. A entrega do trecho vai transformar essa região, que tem muitos moradores e indústrias. É mais uma intervenção que pegamos parada e vamos terminá-la, melhorando a mobilidade na cidade de São Bernardo”, comentou Orlando Morando.

O novo viário tem extensão de 700 metros, com 1,5 km de guias e sarjetas e ainda 150 metros de drenagem. O custo total da segunda etapa é de R$ 750 mil.

PRIMEIRA PARTE

Em agosto deste ano, a Prefeitura de São Bernardo do Campo entregou a primeira parte viária da Linha Camargo, que passou a interligar as Avenidas Osvaldo Fregonezi, José Odorizzi e dos Flamingos, no bairro Alves Dias.

O trecho faz conexão com o pacote de obras de Mobilidade Urbana na região, como o futuro corredor Leste-Oeste e o Viaduto Castelo Branco.

A primeira parte compreende uma extensão de 1,3 mil metros e custou aproximadamente R$ 1,1 milhão. A intervenção foi concluída em 90 dias. O pacote de serviços viários foi acompanhado de nova iluminação por todo o trecho, novas guias e sarjetas e malha asfáltica.

As novas vias servem como alternativa tanto para os veículos leves como os pesados, que se locomovem atualmente, apenas pelas ruas do bairro, com economia de tempo e combustível.

A região do bairro Alves Dias possui muitas transportadoras, indústrias e fábricas, que passam a aliviar o tráfego na Avenida Humberto de Alencar Castelo Branco e nas transversais no acesso às rodovias Anchieta e Imigrantes.

MELHORIAS

Em outubro, a gestão municipal liberou o tráfego nos dois sentidos do Viaduto Castelo Branco, entre a Avenida dos Macucos e a Rua dos Flamingos. O projeto foi retomado em janeiro deste ano pela gestão do prefeito Orlando Morando, que concluiu os 84% restantes em nove meses.

Durante este período, a obra passou por entraves, como a desapropriação de 3 metros de um antigo prédio da Telefônica, no início da Estrada Samuel Aizemberg.

O complexo faz parte de conexão da Rodovia Anchieta com a Rodovia dos Imigrantes. Este viário somado às entregas do Viaduto Mamãe Clory (sobre a Avenida Robert Kennedy), a duplicação da Avenida José Odorizzi e da Linha Camargo, ajudam a desafogar o trânsito na região.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here