Greve dos Caminhoneiros: Siga em tempo real a situação do transporte e trânsito nesta quinta-feira, dia 24

0
1913
SPTrans Greve dos Caminhoneiros
Foto: Divulgação

Em razão da greve dos caminhoneiros, a circulação dos ônibus da capital paulista e da região metropolitana deverá ser afetada durante o dia, em razão dos problemas de abastecimento de combustível e o rodízio municipal para veículos de passeio está suspenso na capital paulista.

Confira abaixo todas as informações sobre o transporte público da capital paulista e região metropolitana, e de outras cidades do Estado de São Paulo, além de informações sobre o trânsito em vias urbanas e rodovias, terminais rodoviários, aeroportos, coleta de lixo e combustíveis, que estão sendo atualizadas ao longo desta quinta-feira.

ÔNIBUS DA SPTRANS

A SPTrans autorizou as empresas de ônibus a reduzir em até 40% a frota em operação fora do horário de pico nesta quinta-feira, dia 24 de maio. A medida é necessária para garantir que a frota de ônibus esteja operacional no fim da tarde e noite.

Em virtude da greve nacional dos caminhoneiros, que afeta o abastecimento de combustível para o transporte coletivo da capital paulista, as empresas estão com baixo estoque de óleo diesel.

Durante o início da manhã desta quinta-feira, as empresas conseguiram circular com até 97% da frota programada porque conseguiram abastecer seus veículos por meios alternativos ou se utilizaram do estoque que ainda dispunham. A frota de trólebus está 100% operacional.

O secretário municipal de Mobilidade e Transportes, João Octaviano, disse para a Rádio Band News FM que a secretaria está avaliando o consumo de combustível pelos coletivos.

As viações Norte Buss Transportes (telefones 0800-770-3391 e 0800-722-5002) e Spencer Transportes (telefone 0800-763-3391) que atendem a Zona Norte (Cachoeirinha, Pirituba, Perus e Morro Doce) estão com a frota reduzida, os passageiros podem encontrar lotação nos pontos de ônibus.

Confira abaixo a lista das demais empresas de ônibus que podem ser mais afetadas e os seus contatos para maiores informações (as empresas que não foram colocados links para os seus sites foram colocados os telefones de atendimento):

ZONA LESTE (atende os bairros São Miguel Paulista, Cidade A.E. Carvalho, Ponte Rasa, Cidade Patriarca e Guaianases)

– Qualibus (Telefone: 0800-770-0156)
– Transunião Transportes
– Express Transportes Urbanos
– Pêssego Transportes
– ViaSul (Telefones: 0800-111-627 e 2133-5665)
– Imperial Transportes (Telefones: 0800-762-0102 e 2702-0902)

ZONA SUL (atende os bairros Varginha, Grajaú e Parelheiros)

– A2Transportes (Telefone: 5560-0244)
– Viação Gatusa Transportes Urbanos
– Transkuba
– Transwolff

ZONA OESTE (atende os bairros Morumbi e Butantã)

– Alfa Rodobus

No Terminal Capelinha, a linha 6042/22 Jardim Vaz de Lima – Terminal Capelinha da empresa Transwolff que opera na Zona Sul, paralisou as operações.

Prefeitura recorre à Justiça para garantir abastecimento de combustível para os ônibus

No início da tarde desta quinta-feira, dia 24 de maio, a Prefeitura de São Paulo recorreu à Justiça para garantir o abastecimento de combustível para os ônibus da frota municipal. As empresas de ônibus municipais estão com baixo estoque de óleo diesel por causa da greve dos caminhoneiros.

São citados no pedido à Justiça o Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens do Estado de São Paulo e o Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas do Estado de São Paulo e Região. Leia a ação cautelar, com pedido de liminar, na íntegra.

A Prefeitura de São Paulo pede a imediata cessação dos atos de protesto que impeçam “a saída dos veículos destinados ao abastecimento da frota de ônibus do transporte público do Município de São Paulo das distribuidoras” e “a saída dos veículos destinados ao abastecimento da frota de veículos envolvidos nos demais serviços públicos essenciais – Limpeza Urbana, Atende, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, etc”. A administração solicita, ainda, a fixação de multa diária de R$ 1 milhão em caso de descumprimento.

METRÔ E CPTM

Em negociação mantida pela Prefeitura de São Paulo com a Secretaria Estadual de Transportes Metropolitanos, ficou acertado que, a diferença do que ocorre normalmente, a CPTM e o Metrô vão manter 100% de suas frotas em operação no período de entrepico para compensar a ausência de parte dos ônibus.

Em razão de uma falha nos equipamentos de via entre as estações Largo Treze e Alto da Boa Vista da Linha 5-Lilás, os trens circularam com velocidade reduzida e maior tempo de parada, entre 5h28 e 10h26, segundo o Metrô.

LINHAS INTERMUNICIPAIS DA EMTU

A EMTU informa que as empresas de ônibus metropolitanos também estão enfrentando problemas de abastecimento dos veículos:

  • Na Região Metropolitana de São Paulo, a operação conta com praticamente 80% da frota.
  • Na Região Metropolitana da Baixada Santista, o Consórcio BR Mobilidade opera com 60% da frota nas ruas.
  • Na Região Metropolitana de Campinas, todas as empresas operam nesta quinta-feira com 50% dos veículos nas ruas.
  • Na Região Metropolitana de Sorocaba, 90% da frota está nas ruas.
  • Na Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte, 70% da frota está nas ruas.

A EMTU informa que continua acompanhando a situação nas garagens das concessionárias e permissionárias, com a orientação de priorizar a operação nos horários de pico e nas linhas onde há maior número de passageiros transportados.

ÔNIBUS NO ABC PAULISTA

Algumas das empresas de ônibus que atuam no ABC Paulista afirmaram que por enquanto as frotas de ônibus estão operando normalmente, mas, caso a greve dos caminhoneiros persista, o estoque de combustível ficará comprometido, assim como a operacionalidade das linhas. As empresas são:

Mauá: EAOSA
São Caetano do Sul: Padre Eustáquio, Santa Paula e Tucuruvi
Ribeirão Pires: Ribeirão Pires e Rigras
Rio Grande da Serra: Rigras

No blog Diário do Transporte, foram informadas as situações de outras empresas de ônibus do ABC Paulista:

  • Em Mauá, a Suzantur reduziu a frota de ônibus para contingenciamento por volta de 16h30. Nas cidades de Santo André e São Carlos, a frota de ônibus está normal.
  • Em Santo André, a SATrans, informou que as empresas Guaianazes, Curuçá, Etursa, Parque das Nações e Vaz, vão operar com 65% da frota programada nos dias 25, 26 e 27 de maio. As empresas Suzantur e Urbana vão operar normalmente nos três dias.
  • Em São Bernardo do Campo, a SBCTrans decidiu manter 100% da frota em circulação nos próximos dias. Anteriormente, a empresa havia comunicado que reduziria a frota nos horários de menor demanda, mas a direção mudou de ideia. A frota total da SBCTrans é de 420 ônibus.
  • Na Viação Riacho Grande, que administra linhas de ônibus intermunicipais entre São Paulo e o ABC Paulista, a frota de ônibus foi reduzida em 10%.
  • Em Diadema, a frota de ônibus municipais vai circular com redução de veículos fora dos horários de pico (manhã e tarde), segundo informações da administração municipal.

ÔNIBUS EM GUARULHOS

Com estoques reduzidos de combustível, as empresas de ônibus na cidade de Guarulhos foram obrigadas a diminuir o número de ônibus nas ruas. Com isso, diversas linhas por todo o município estão prejudicadas.

A empresa Vila Galvão está operando com 60% da frota. Ela é a segunda maior empresa da região, opera 27 linhas, com 200 ônibus, e transporta por dia 65 mil passageiros. A empresa Viação Atual, está com 80% da frota em operação. É responsável por seis linhas com 40 veículos e transporta por dia 10 mil passageiros.

ÔNIBUS EM FRANCISCO MORATO

A Auto Ônibus Moratense emitiu uma nota sobre a circulação das linhas de ônibus na cidade de Francisco Morato:

“Estamos sofrendo com falta de combustível devido a greve dos caminhoneiros, para continuarmos nosso atendimento vamos operar com frota reduzida (horário de domingo), o atendimento será normalizado quando o fornecimento de combustível normalizar.”

ÔNIBUS EM OUTRAS CIDADES

Benfica BBTT

Confira abaixo o informativo da empresa Benfica BBTT divulgado em sua página no Facebook, a empresa opera linhas municipais nas cidades de Itapevi, Jandira, Barueri, além das linhas intermunicipais.

Rápido Luxo Campinas

A Rápido Luxo Campinas informou no início da noite desta quinta-feira, que por conta da greve dos caminhoneiros, o serviço de transporte das linhas municipais e intermunicipais será paralisado a partir das 19h, sem previsão de retorno.

Santos

A frota de ônibus municipais da cidade de Santos, no litoral paulista, circulará com 70% do total nesta sexta-feira, dia 25 de maio. A decisão foi tomada para equacionar o uso de combustível em virtude da dificuldade de abastecimento, além da demanda reduzida de passageiros nos coletivos registrada nesta quarta-feira, dia 24 de maio.

Cotia

Os ônibus municipais da cidade de Cotia terão frota reduzida nesta sexta-feira, dia 25 de maio.

Barueri

Para evitar a paralisação total dos ônibus municipais da cidade Barueri, a partir desta sexta-feira, dia 25 de maio, a circulação dos coletivos seguirá, nos dias úteis, a programação adotada usualmente aos sábados.

Osasco

Com o desabastecimento provocado pela greve dos caminhoneiros, os ônibus de Osasco estão circulando com 30% menos da frota fora dos horários de pico. O objetivo é economizar combustível até que o abastecimento seja normalizado.

RODÍZIO MUNICIPAL DE VEÍCULOS

O rodízio municipal para veículos de passeio (placas final 7 e 8) está suspenso nesta quinta-feira, dia 24 de maio, em virtude da greve dos caminhoneiros, que afeta o abastecimento dos veículos das empresas de ônibus.

Todas as demais restrições (Rodízio Municipal de Veículos PesadosZona de Máxima Restrição de Circulação e Zona de Máxima Restrição de Fretamento) estão mantidas.

A Zona Azul e as regras para a circulação de veículos nas faixas exclusivas de ônibus e nos corredores de ônibus vigoram normalmente nesta quinta-feira. A restrição do acesso para a Ponte das Bandeiras também está vigorando normalmente.

TRÂNSITO NA CAPITAL PAULISTA

A Rádio Trânsito do Grupo Bandeirantes informa sobre a condição de trânsito nas principais vias da capital paulista, além de informações de bloqueios da greve dos caminhonheiros nas principais rodovias. Escute a programação on-line ou siga nas redes sociais: Twitter e Facebook.

A Companhia de Engenharia de Tráfego informa em tempo real no Twitter as interferências no trânsito na capital paulista, como as manifestações de caminhoneiros e de outras categorias.

RODOVIAS PAULISTAS

Informações das rodovias

Em diversas rodovias do Estado de São Paulo há pontos de bloqueios, em razão da greve dos caminhoneiros. Acesse abaixo os canais de contato das principais concessionárias com informações atualizadas.

Agência de Transportes do Estado de São Paulo: Informações em tempo real de diversas rodovias.
Ecovias: Rodovias do Sistema Anchieta-Imigrantes.
Ecopistas: Rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto.
Tamoios: Informações da Rodovia dos Tamoios.
Nova Dutra: Informações dos pontos de bloqueios na Rodovia Presidente Dutra.
Rota das Bandeiras: Rodovias do Corredor Dom Pedro I.
DER: Informações das rodovias Raposo Tavares, Mogi-Bertioga, Rio-Santos, Padre Manoel da Nóbrega, Oswaldo Cruz e Floriano Rodrigues.
Autopista Régis: Informações da Rodovia Régis Bittencourt.
Autopista Fernão: Informações da Rodovia Fernão Dias.
Autoban: Atualizações de tráfego das rodovias Anhanguera e Bandeirantes.
ViaOeste: Atualizações de tráfego das rodovias Castelo Branco e Raposo Tavares.
Rodoanel Oeste: Atualizações de tráfego do trecho oeste do Rodoanel.
Rodoanel Sul e Leste: Telefone 0800-774-8877 ou site da SPMAR.
CART: Informações das rodovias João Baptista Cabral Rennó, Orlando Quagliato e Raposo Tavares.

Outra alternativa prática para saber das últimas informações sobre os bloqueios da greve dos caminhoneiros nas principais rodovias é escutar as rádios: Rádio Trânsito, Rádio SP RIO FM e Rádio Band Vale FM.

Bloqueios nas rodovias afetando linhas intermunicipais

Em diversas rodovias há pontos de manifestação da greve dos caminhoneiros podendo afetar a circulação de linhas de ônibus intermunicipais. Confira abaixo a relação divulgada pelo Linhas Metropolitanas:

Anchieta e Imigrantes

As linhas 149, 154, 165, 165BI1, 165EX1, 218EX1 e 218EX2 podem ser afetadas.

Mogi-Dutra

As linhas 038, 200, 201, entre outras podem ser afetadas.

Fernão Dias

As linhas 042, 187, 240, 375, 566 e 822, que ligam Mairiporã a São Paulo, podem ser prejudicadas na região de Guarulhos.

Anhanguera

As linhas 054, 055 e 120 podem sofrer reflexos na região de Cajamar.

Régis Bittencourt

No km 280, na região de Embu das Artes, as linhas 056, 282, 347 e 551 são afetadas, nesta região está localizada a garagem da Viação Pirajuçara. No trecho final da rodovia, no Largo do Taboão, o tráfego livre beneficia as linhas 078, 090, 090PR1, 190, 191, 079, 300, 412, 459, entre outras. A lotação de passageiros está alta na linha 245.

As linhas da Viação Miracatiba (032 e 033 por exemplo) que circulam na rodovia foram paralisadas devido a bloqueio dos caminhoneiros na altura do km 280. Confira mais informações abaixo na publicação do Jornal na Net.

TERMINAIS RODOVIÁRIOS

Os terminais rodoviários Barra Funda, Jabaquara e Tietê administrados pela empresa Socicam estão operando normalmente, informou a assessoria da empresa para a Rádio Band News.

AEROPORTOS

A Infraero afirma que está monitorando o abastecimento no setor de aviação e pede que as companhias aéreas avaliem os trajetos de acordo com o estoque disponível na origem e destino.

Para os passageiros, a orientação é que os passageiros procurem as companhias aéreas e confirmem se as viagens serão mantidas. Os passageiros podem entrar em contato com as principais companhias aéreas no Twitter: Latam, Gol, Avianca e Azul.

Os passageiros também podem consultar online o status dos voos no site da Infraero. Nos sites das principais companhias aéreas (Latam, Gol, Avianca e Azul) estão sendo publicados os comunicados mais recentes.

Aeroporto de Congonhas

O Aeroporto de Congonhas tem combustível suficiente para todas as operações desta quinta-feira. Segundo a Infraero, caminhões escoltados entregaram ontem uma carga de querosene. No entanto, o volume não é suficiente para garantir o funcionamento normal a partir desta sexta-feira, dia 25 de maio.

Aeroporto de Guarulhos

A concessionária GRU Airport, que administra o Aeroporto Internacional de Guarulhos, informou ao portal Guarulhos Web que possui armazenamento suficiente para abastecer os aviões que partem da cidade. A concessionária diz estar “atenta às decisões das companhias aéreas com voos que tenham como destino os aeroportos impactados pela falta de abastecimento, bem como os voos de outros estados, que tenham como destino o Aeroporto Internacional de Guarulhos.”

A GRU Airport recomenda aos passageiros que consultem a situação dos voos junto às empresas aéreas e fiquem atentos às condições do trânsito até o local por conta das manifestações dos caminhoneiros.

COLETA DE LIXO

A Prefeitura de São Paulo vai solicitar à justiça que determine o desbloqueio dos acessos aos centros de distribuição de combustíveis. A gestão municipal afirma que, caso os bloqueios persistam, a coleta de lixo pode ficar comprometida a partir desta sexta-feira, dia 25 de maio.

COMBUSTÍVEIS

A Petrobras anunciou nesta quarta-feira, dia 23 de maio, que vai reduzir o preço do diesel nas refinarias em 10% por 15 dias. O desconto, em caráter emergencial, será reduzido de forma gradativa após esse período.

José da Fonseca Lopes, presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros, declarou para a Rádio Band News, que a greve dos caminhoneiros não terminará até que o corte do PIS (Programa de Integração Social) e da Cofins (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) sobre o diesel seja publicado no Diário Oficial da União.

Ele afirma que a aprovação da medida na Câmara dos Deputados não é o suficiente para a categoria confiar no governo federal.

O Procon de São Paulo está com diversas equipes de fiscais nas ruas da capital paulista para identificar aumentos abusivos no valor dos combustíveis. Os consumidores que detectarem preços muito altos no postos de combustíveis podem fazer denúncias para a empresa, informou o chefe de gabinete, Carlos Coscarelli.

Se o motorista tiver realizado a compra de combustível, ele deve enviar o cupom fiscal junto com a notificação, que precisa conter o nome e o endereço do estabelecimento. As denúncias podem ser feitas no site do Procon de São Paulo.

A denúncia de preços abusivos também pode ser feitas diretamente no telefone (11) 2109-0600 do Sincopetro (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado São Paulo).

* Post atualizado às 00:39 em 25/05/2018

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO