Passageiros de ônibus da Região Metropolitana de Curitiba contam com novo aplicativo de celular

564
Aplicativo Metrocard novo aplicativo

Os passageiros que utilizam os 1.135 ônibus das 18 empresas que atendem 219 linhas da Região Metropolitana de Curitiba contam a partir deste mês de outubro com um novo aplicativo de celular que traz informações em tempo real sobre o sistema de transporte e amplia o canal de comunicação com as viações.

A ferramenta foi lançada pela Metrocard, associação que reúne as companhias de ônibus e é responsável pela bilhetagem eletrônica.

Com o nome Metrocard, o aplicativo, segundo a entidade, traz informações em tempo real sobre o posicionamento dos ônibus nas linhas, as vias atendidas e previsão de quando o ônibus passará nas estações, pontos e terminais, permitindo que o passageiro programe melhor a viagem.

Uma novidade é que o dispositivo permite que o passageiro se comunique em tempo real com a central de atendimento da Metrocard para registrar reclamações, sugestões e tirar dúvidas. Tudo por meio do celular, gratuitamente.

É possível baixar o aplicativo nas lojas virtuais, disponível para os sistemas iOS e Android.

Baixe aqui o aplicativo para o sistema Android.

Baixe aqui o aplicativo para o sistema iOS.

O presidente da Metrocard, Lessandro Zem, diz que cada vez mais os empresários de ônibus têm percebido que o passageiro deve ser tratado como cliente e, para isso, não basta só colocar ônibus nas ruas. É necessário ouvir e informar o passageiro.

“As empresas de ônibus no Brasil e associações ligadas a elas ainda têm muita dificuldade de relacionamento com seu cliente final. Mas, após os movimentos coletivos de 2013 (que iniciaram uma onda de protestos pelo país, motivados inicialmente pelos aumentos da tarifa no transporte em diversas capitais), os empresários perceberam que é necessário se comunicar de forma diferente com o público: apresentar como funciona o sistema, qual é o tamanho dos investimentos feitos, que custos são gerados”, explica o presidente da Associação Metrocard, Lessandro Zem.

MÁQUINAS DE AUTOATENDIMENTO

O próximo passo, de acordo com a Metrocard, é implantar máquinas de autoatendimento nos terminais e pontos de interesse para o passageiro.

Estas máquinas vão permitir a recarga dos valores da tarifa de ônibus diretamente no cartão da Metrocard e também outros serviços como pagamentos de contas e boletos bancários, compras de créditos para telefone celular de qualquer operadora, com pagamento em dinheiro ou cartão de crédito, com a mesma segurança das agências bancárias.

Os primeiros equipamentos já estão em fase final de ajustes, garante a Metrocard.

Totens estão instalados no terminal de Pinhais “para que o público se familiarize com o produto, ainda sem a opção de compra de créditos para o transporte. A previsão é que até novembro as Máquinas de Autoatendimento Metrocard sejam lançadas oficialmente em diversos pontos de acesso de passageiro e nas sedes da Metrocard.”

“A convergência de serviços para o passageiro foi possível a partir da parceria da Metrocard com a Transdata Smart, responsável pelo software que integrou o sistema da bilhetagem eletrônica da Região Metropolitana de Curitiba ao sistema da Qiwi, que desenvolveu a máquina de autoatendimento”, informou a associação.

TRANSPARÊNCIA

Segundo a Metrocard, a implantação no ano passado do novo sistema de bilhetagem eletrônica permite maior transparência sobre as finanças do transporte coletivo na região Metropolitana de Curitiba.

Relatórios diários são emitidos pelas empresas de ônibus e enviados à Comec (Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba), órgão do governo do Estado do Paraná. Em linhas gerais, o sistema funciona da seguinte maneira:

  1. Ônibus – Toda vez que um passageiro passa pela catraca, a informação fica registrada, criando um banco de dados do sistema.
  2. Garagens – Quando o ônibus volta para a garagem, os dados são transmitidos via Wi-Fi para uma central da garagem, que os valida.
  3. Metrocard – Os dados de todas as garagens das 18 viações que compõem a associação são compilados e a Metrocard se certifica que estão devidamente assinados digitalmente e criptografados.
  4. Banco de dados – As informações são salvas em um banco de dados com alto nível de segurança e confiabilidade.
  5. Comec – Uma cópia dos dados coletados é enviada todos os dias para a Comec, que gerencia o transporte coletivo na Região Metropolitana de Cuiritiba, para armazenar em seu próprio data center.

Entre as informações coletadas nos ônibus estão:

  • Número de passageiros transportados
  • Locais que a demanda exige mais linhas e menos linhas
  • Velocidade média dos veículos
  • Possíveis desvios de rota
  • Tempo para percorrer o percurso
  • Horários de maior e menor demanda
  • Quantidade de isenções no sistema

O diretor de Transportes da Comec, Claúdio Menna Barreto, disse que haverá ainda uma nova tecnologia que vai gerar informações sobre possíveis interrupções no sistema, permitindo ações mais rápidas dos problemas.

“Os relatórios da Metrocard apresentam com exatidão, o número de passageiros transportados e sua proporção em pagantes em cada linha e horário. O monitoramento permite maior eficiência no serviço, pois é possível adequar a oferta à demanda para atender melhor os usuários do transporte coletivo metropolitano. Em breve, a tecnologia embarcada permitirá visualizar e monitorar eventuais interrupções no sistema o que possibilitará maior rapidez na solução dos problemas”.

CANAIS DE COMUNICAÇÃO

Além do aplicativo, a Metrocard também disponibiliza outros canais de comunicação:

Por telefone

Pelo número 3093-3232, o passageiro entra em contato com uma equipe especializada, que atende diariamente das 8h às 20h.

Atendimento On-line

Tanto pelo site do Cartão Metrocard quanto pelo Aplicativo Metrocard. O passageiro tira suas dúvidas em tempo real com um atendente especializado, via chat.

Contato

Caixa de mensagem: Pelo site é possível encaminhar sua mensagem, que será respondida e encaminhada ao endereço de contado informado.

E-mail: É possível encaminhar um email para o endereço sac@cartaometrocard.com.br

Redes Sociais

Saiba as principais novidades e lançamentos de serviços seguindo a Metrocard em suas redes sociais.

Facebook: Através da página no Facebook é possível enviar mensagens.

Twitter: siga o @CartaoMetrocard para acompanhar as novidades.

Postos de atendimento

Segunda a sexta – 8h às 18h

  • Central – Rua Benjamin Constant, 148 – Centro – Curitiba
  • Araucária – Terminal Central Urbano de Araucária
  • Campo Largo – Terminal Urbano de Campo Largo
  • Colombo – Terminal Maracanã
  • Pinhais – Terminal de Pinhais
  • Fazenda Rio Grande – Terminal Fazenda Rio Grande

Segunda a sexta – 8h às 17h30

  • Colombo – Terminal Guaraituba

Segunda a sexta – 8h às 17h

  • São José dos Pinhais – Central VEM

Entre os serviços mais procurados nos canais de comunicação, segundo a Metrocard, estão:

Horários de ônibus

É a página mais acessada no site da Metrocard. Desde que foi lançada, em junho de 2015, foram 2,5 milhões de buscas. A média é de 177 mil consultas de horários de ônibus por mês. As três linhas mais procuradas pelos internautas são:

  1. Colombo – São José (mais de 96 mil acessos)
  2. Jardim Cláudia – Pinhais (mais de 51 mil acessos)
  3. Curitiba – Quatro Barras – via Graciosa (mais de 46 mil acessos)

Serviço de Atendimento ao Cliente

110 mil chamadas foram atendidas pelo Serviço de Atendimento ao Cliente da Metrocard, desde março de 2015, quando a associação assumiu o gerenciamento da bilhetagem eletrônica da Região Metropolitana de Curitiba. Dessas, a maior parte são:

  1. Pedidos de informações (96,4%)
  2. Informações sobre o Pré-Pago Acessocard (2%)
  3. Reclamações equivalem a 1,54% das chamadas, sendo os atrasos das linhas a principal causa de insatisfação (cerca de 20% desse tipo de registro)
  4. Achados e perdidos (0,04%)
  5. Sugestões (0,04%)
  6. Denúncias (0,02%)
  7. Elogios (0,01%)

LEIA TAMBÉM

Deixe seu comentário