Quadrilha é presa por fraude no Bilhete Único em Itaquaquecetuba

463
Bilhete Único

Seis pessoas foram presas na manhã desta sexta-feira (2), numa uma ação conjunta das polícias Militar e Ferroviária, em duas estações da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo. Os detidos são suspeitos de cometerem fraudes com o Bilhete Único.

As prisões aconteceram nas estações Aracaré e Itaquaquecetuba. O grupo atuava nas entradas das estações e nas plataformas. Nesta manhã, as polícias Militar e Ferroviária fizeram um cerco e conseguiram deter os suspeitos.

O grupo vendia os bilhetes por aproximadamente R$ 3,00 e, depois que o comprador passava o cartão na catraca, o mesmo era devolvido para um outro integrante da quadrilha que ficava na plataforma, gerando um lucro de 100%.

Com os detidos, a polícia apreendeu centenas de cartões do Bilhete Único e uma quantia em dinheiro. O caso será apresentado na Delegacia Central de Itaquaquecetuba. Segue nota da CPTM na íntegra:

“A CPTM realiza constantes fiscalizações nas linhas de bloqueios das estações, visando evitar irregularidades e está colaborando com as autoridades policiais, que conduzem as investigações desse tipo de fraude. Em agosto, as equipes de Segurança realizaram 487 intervenções em estações para coibir o comércio irregular de bilhete.

A empresa emite avisos sonoros e realiza campanhas alertando sobre os riscos de comprar bilhetes fora das bilheterias. Essa prática é irregular e os envolvidos flagrados comercializando passagens dos cartões magnéticos com benefícios (gratuidade ou valor reduzido de passagem) são conduzidos ao Distrito Policial. Os bilhetes apreendidos são remetidos aos órgãos responsáveis pela sua gestão para sanções administrativas”.

* Com informações da Agência Record

Deixe seu comentário