Mulher morre após ser atropelada duas vezes na Rodovia Presidente Dutra

300

A vigilante Cíntia de Araújo, de 25 anos, morreu após ser atropelada duas vezes na Rodovia Presidente Dutra, em Guarulhos, na manhã deste domingo (14). Segundo a concessionária CCR Nova Dutra, que administra a via, a sequência de acidentes aconteceu por volta das 6h, na altura do km 226 da pista marginal, sentido capital paulista.

A jovem estava de moto com uma amiga quando seu pneu furou e as duas caíram perto do acesso da Rodovia Presidente Dutra para a Rodovia Fernão Dias. Elas sofreram apenas escoriações leves e chegaram a deixar a pista sem maiores complicações. Cíntia de Araújo, no entanto, resolveu voltar para retirar a moto caída do asfalto, justamente para evitar um acidente, e acabou atingida por um carro.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o motorista fugiu sem prestar socorro e Marcelo Gomes da Silva, que passava pelo local no momento em que a jovem foi atropelada, parou para ajudar. Quando ele se aproximou de Cíntia de Araújo, ambos foram atingidos por um segundo veículo, que também seguiu viagem sem parar para socorrê-los.

Já segundo o boletim de ocorrência registrado no 2º Distrito Policial de Guarulhos, foi Marcelo Gomes da Silva quem atropelou a vigilante no primeiro acidente. Ele parou para prestar socorro e acabou atingido por um outro carro que vinha logo atrás. As versões, contudo, não divergem em um ponto: o segundo motorista fugiu e, até a 22h deste domingo, ainda não havia sido identificado.

Cíntia de Araújo morreu ainda no local dos acidentes e Marcelo Gomes da Silva foi socorrido por equipes da concessionária e do Corpo de Bombeiros e levado em estado grave para o Hospital Geral de Guarulhos. De acordo com um amigo da família, ele já não corre risco de morte e passava por uma cirurgia no braço na noite deste domingo.

Fonte: G1

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here