Manifestantes fecham Marginal Pinheiros em ato contra reintegração de posse

Manifestantes que moram em área sob o Cebolão montaram barricadas. Pistas chegaram a ser totalmente fechadas, e PM usou balas de borracha.

186
Reprodução: TV Globo

Manifestantes atiraram objetos na pista e fazeram barricadas em protesto contra reintegração de posse na Marginal Pinheiros, no acesso à Rodovia Castelo Branco, na manhã desta terça-feira (6).

Todas as pistas chegaram a ser fechadas por volta das 6h10, e a pista expressa só foi liberada às 6h40. O congestionamento chegou a 5 km, da Ponte Eusébio Matoso até o Cebolão, onde ocorreu o ato.

Moradores de uma área ocupada sob o Cebolão atiram pedaços de madeira e pedras na pista e nos carros. Também montaram barreiras e atearam fogo.

Por volta das 6h, a Polícia Militar chegou ao local, e usou balas de borracha e bombas de gás lacrimogênio para conter os manifestantes. Bombeiros combateram os focos de incêndio. A Polícia Militar formou um “posto de controle” no acesso à Rodovia Castelo Branco para evitar que os moradores voltassem a atear fogo em objetos e bloqueiem a via.

Por volta de 6h20 o trânsito na Marginal Pinheiros, sentido Castelo Branco, tinha 6 km de lentidão, da Ponte Cidade Universitária ao Cebolão.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, a reintegração foi solicitada pela Empresa Metropolitana de Águas e Energia S/A (EMAE), proprietária do imóvel. O local, de acordo com a pasta, está ocupado por cerca de 70 pessoas (40 famílias), em moradias de madeira e lona.

Marginal Pinheiros. Reprodução: TV Globo
Pista expressa da Marginal Pinheiros foi fechada pela CET (Foto: Reprodução/TV Globo)
Manifestantes interditam Marginal Pinheiros em protesto (Foto: Reprodução/TV Globo)

Deixe seu comentário