Primeira Hackatona EMTU-Metra propõe soluções inovadoras para o transporte público metropolitano

Realizada nos últimos dias 18 e 19 de março, contou com a participação de 11 equipes de jovens que desenvolveram soluções para mobilidade na Grande São Paulo

0
56
Três grupos finalistas da Hackatona Metropolitana EMTU-Metra (Foto: Divulgação/EMTU)

A 1ª Hackatona Metropolitana EMTU-Metra terminou neste domingo (19), e teve como vencedoras as equipes Computer Society, que propôs a automatização da roteirização do serviço Ligado; Sales Soluções, que concentrou suas propostas na apresentação de um aplicativo para melhorar a operação do sistema basicamente com a comunicação entre os usuários; e Top Dow, que propôs o uso do sistema QR Code para o pagamento das tarifas e uso do benefício do Passe Escolar e Passe Livre. Os aplicativos para smartphones podem contribuir para melhor operação, gerenciamento, controle e informação ao passageiros do transporte coletivo da região metropolitana.

Esta foi a 26ª hackatona realizada em todo o mundo e a primeira no Brasil dedicada ao transporte público e que teve como tema “O Transporte Público Sustentável e Acessível Como Centro das Soluções de Mobilidade Multimodal” e contou com o apoio da União Internacional do Transporte Público (UITP) e da Fundação Youth for Public Transport (Y4PT).

Foto: Divulgação/EMTU

Juntas, as três equipes semifinalistas, Computer Society, Sales Soluções e Top Dow foram classificadas e vão apresentar, no próximo dia 23 de março, suas propostas durante a Semana União Internacional do Transporte Público América Latina, que acontecerá no Centro Britânico Brasileiro, na capital paulista. As três equipes ganharam como “prêmio” a criação de uma incubadora (startup) por um período de até seis meses. Será permitido aos integrantes darem prosseguimento às ideias apresentadas dentro de um ambiente com a infraestrutura necessária a ser disponibilizada por técnicos da EMTU.

Foto: Divulgação/EMTU

Profissionais de grandes empresas, empresas incubadoras (startups), programadores, designers ou técnicos das áreas de inovação e tecnologia entre outros, que somaram 66 participantes distribuídos e 17 grupos, fizeram desta maratona inédita no setor que durou 33 horas ininterruptas durante todo o final de semana com o objetivo de propor soluções inéditas de inovações e tecnologia ao transporte metropolitano. Os três grupos selecionados participarão desta maratona inédita no setor.

Histórico da 1ª Hackatona Metropolitana EMTU-Metra

18/03 – Abertura da 1ª Hackatona METRA-EMTU em São Bernardo do Campo.

18/03 – No auditório da EMTU em São Bernardo do Campo, participantes da Hackatona conhecem sistemas e informações técnicas da TI (Tecnologia da Informação) da empresa.

18/03 – Os grupos participantes começam os trabalhos para desenvolverem seus projetos.

18/03 – Equipes participantes: Polo, Top Dow, SP em Rede, Compartibike, Senta aí, CIS, JARL, Sales Soluções, JTJ, Computer Society e Citta Team.

18/03 – Resumo dos trabalhos durante o sábado, dia 18.

19/03 – Trabalhos das equipes no início da manhã deste domingo, dia 19.

19/03 – Apresentação das equipes participantes.

Foto: Divulgação/EMTU

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO