Ciclista é imobilizado e agredido por guardas-civis em Osasco

Na última terça-feira (2/7), Gustavo Almeida, um ciclista de 27 anos, foi agredido por guardas-civis metropolitanos (GCMs) de Osasco, na Grande São Paulo.

O incidente ocorreu quando Gustavo pedalava pelo calçadão da Rua Antônio Agu, no Centro da cidade, a caminho do trabalho.

Abordado por guardas que alegavam que bicicletas não podiam transitar na via, ele foi imobilizado com um mata-leão e atingido por spray de pimenta.

Gustavo afirmou que foi espancado por cerca de dez guardas após ser levado à base da GCM, resultando em diversos hematomas e uma torção no braço.

A Prefeitura de Osasco afastou seis guardas envolvidos na ação e iniciou uma investigação.

Assista:

Deixe um comentário