Minibusólogo com autismo constrói miniaturas de ônibus da EMTU

Entre os milhões de usuários das linhas gerenciadas pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo), uma história se destaca, trazendo ainda mais significado ao papel do transporte metropolitano. Esta história é a de Arthur de Araújo, um passageiro de 12 anos que expressa sua paixão por ônibus através da montagem de miniaturas feitas de papelão.

Diagnosticado com Transtorno do Espectro Autista (TEA) aos 4 anos, Arthur sempre demonstrou habilidades artísticas. Morador de São Bernardo do Campo, ele utiliza as linhas de ônibus gerenciadas pela EMTU em seus compromissos diários. Sua mãe, Maria Aparecida Lopes, comenta que essa rotina no transporte público contribuiu para despertar a paixão dele pelos coletivos.

Os rabiscos de Arthur evoluíram para desenhos detalhados, e posteriormente, ele começou a montar modelos em papelão. Neste mês, marcado pela campanha Abril Azul, que busca conscientizar sobre o Transtorno do Espectro Autista, a EMTU convidou Arthur para uma visita à garagem da NexMobilidade, em São Bernardo do Campo.

Foto: Divulgação

Durante a visita, Arthur pôde conhecer de perto a operação e manutenção dos veículos, além de embarcar e dar um passeio em um ônibus personalizado em apoio à campanha Abril Azul. Ele também recebeu um modelo impresso de ônibus da EMTU para montagem.

Os ônibus montados por Arthur foram expostos no Terminal Metropolitano Diadema da EMTU, na 13ª edição do Expominis, um projeto que reúne réplicas em miniatura de ônibus. No evento, Arthur recebeu uma camisa de motorista e um cordão para crachá.

Para Paulo Reis, gerente de Marketing Institucional da EMTU, histórias como a de Arthur motivam ainda mais o trabalho para oferecer um transporte de qualidade, inclusivo e inspirador. Ele enfatiza que transportar vidas significa também valorizar as histórias individuais de lutas e alegrias, como a de Arthur, que inspira com seu talento e entusiasmo pelo transporte público.

Deixe um comentário