18.8 C
São Paulo
segunda-feira, maio 27, 2024

Governo federal quer PRF fiscalizando ferrovias e hidrovias em nova PEC

O governo federal está propondo uma mudança significativa na área de segurança pública por meio de uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC). A ideia é fortalecer e ampliar o escopo de atuação da Polícia Federal (PF), da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Penal Federal, buscando corrigir problemas existentes nessa área.

Uma das principais propostas em análise é incluir na PEC uma prerrogativa para que a PRF atue também em ferrovias e hidrovias, aumentando sua força ostensiva. Atualmente, o patrulhamento fluvial em regiões de fronteira é realizado pela Marinha, e a Polícia Ferroviária Federal, prevista na Constituição, praticamente não está em funcionamento.

Segundo o estudo “Raio-X das Polícias”, publicado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a polícia ferroviária, embora prevista constitucionalmente, nunca foi formalmente instituída devido à falta de estrutura de cargos e salários pelo Ministério da Justiça.

A proposta também envolve uma revisão do Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), criado em 2018, para dar à União mais poderes de planejamento nacional na área de segurança. O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, defende que a Constituição seja modificada para permitir esse planejamento, garantindo que os estados e municípios possam definir estratégias relacionadas às suas peculiaridades locais.

Para muitos, essa proposta é vista como uma tentativa do governo de demonstrar ação na área de segurança pública, especialmente em meio à baixa avaliação do setor. Pesquisas recentes mostram que uma parcela significativa da população reprova a gestão federal nesse aspecto.

No entanto, há críticas e reticências em relação à proposta. Alguns argumentam que a legislação atual já permite a atuação do governo federal na articulação das forças de segurança e que é necessário um debate mais profundo sobre as competências de União, estados e municípios na área de segurança pública.

Em meio a essas discussões, a proposta de alteração constitucional ainda está em fase inicial de elaboração e deve ser discutida com diversos setores antes de ser apresentada ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O tema promete gerar debates acalorados no cenário político brasileiro nas próximas semanas.

MOBILIDADE SAMPA

Siga o Mobilidade Sampa nas redes sociais e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana:

  • Twitter
  • Instagram
  • Telegram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Igor Roberto
    Igor Robertohttps://noticiando.net/
    Paulistano, empreendedor e pai. Formado em gestão pública e graduando em Direito. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana e o transporte público. É o redator de conteúdo dos sites de mobilidade do Grupo PLN. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@grupopln.com.br.

    ÚLTIMOS POSTS

    ESCREVA SEU COMENTÁRIO

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui

    SIGA-NOS

    6,317SeguidoresSeguir
    28,236SeguidoresSeguir
    439InscritosInscrever
    PUBLICIDADE

    ÚLTIMOS POSTS