Grupo CCR pede reequilíbrio financeiro nos contratos de concessão da ViaQuatro e da ViaMobilidade

O Grupo CCR pediu ao governo de São Paulo um reequilíbrio finaceiro dos contratos de concessão das linhas operadas pelas concessionárias ViaQuatro e ViaMobilidade.

Segundo Waldo Perez, vice-presidente financeiro e da relação com investidores do Grupo CCR, o motivo deste pedido seria a pandemia da COVID-19, que gerou queda nos números diários de passageiros utilizando as linhas 4-Amarela e 5-lilás de metrô, e 8-Diamante e 9-Esmeralda de trens metropolitanos.

De acordo com Perez, o limite ficou abaixo do índice minimo de 40% do tolerável pelas concessionárias, gerando prejuízo notável.

As conversas entre a gestão Tarcísio de Freitas e o Grupo CCR, responsável pelas concessionárias estão em andamento e em breve deve haver novidades.