20.4 C
São Paulo
sexta-feira, abril 12, 2024

Lula e Alckmin visitam fábrica da Eletra em São Bernardo do Campo

Numa visita histórica à sede da Eletra, na sexta-feira, 02 de junho, em São Bernardo do Campo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva conheceu a nova linha de ônibus elétricos totalmente produzida no Brasil e prometeu apoio às empresas nacionais de transporte público sustentável.

“É muito importante nossa parceria com a China, mas prefiro que sejam comprados os ônibus nacionais”, disse o presidente.

O presidente defendeu a participação ativa do Estado brasileiro nas políticas públicas de apoio à descarbonização do transporte público.

“Cabe ao Estado brasileiro garantir a sobrevivência da indústria brasileira”, disse o presidente.

Ele fez um discurso para 300 funcionários e convidados da Eletra, num palco instalado num dos pavilhões industriais da empresa.

Ele elogiou a persistência da fundadora da Eletra, Maria Beatriz Setti Braga, afirmando que há mais de 20 anos ela defendia ônibus elétricos brasileiros.

“Mulher é teimosa, e a Beatriz é uma mulher teimosa”, disse o presidente.

TRAJETÓRIA

Em seu discurso, Maria Beatriz Setti Braga lembrou que a Eletra faz parte de um grupo empresarial com mais de um século de experiência em transporte público no Grande ABC.

“Nosso grupo começou, há mais de um século, oferecendo transporte público de baixa emissão – tílburis puxados por cavalos – e hoje produz ônibus elétricos de emissão zero”, disse Beatriz Braga.

“E em toda essa longa trajetória os nossos valores fundamentais se mantiveram impactos”.

“Acredito que empresários comprometidos com nossa Pátria têm sonhos parecidos com os sonhos dos Estadistas”, acrescentou.

“Sonhamos com um Brasil melhor do aquele que herdamos de nossos pais e avós. Mas sabemos que não basta sonhar. Temos de construir esse futuro hoje, tijolo por tijolo”.

NOVA INDÚSTRIA

Em seguida, discursou a presidente da Eletra, Milena Romano.

“Há poucos dias, o Presidente Lula e o Vice-Presidente Geraldo Alckmin assinaram um artigo na imprensa defendendo a “neoindustrialização” do Brasil”, lembrou Milena.

“Acredito que os senhores têm aqui na Eletra um bom exemplo dessa nova indústria que está nascendo em nosso País”.

“Uma indústria focada no transporte limpo e sustentável, na descarbonização da economia e na melhoria da qualidade de vida nas grandes cidades”.

“Uma indústria 100% brasileira, com tecnologia nacional desenvolvida por engenheiros e técnicos brasileiros”, conclui Milena Romano.

PRESENÇAS

O presidente discursou num palco rodeado pelos novos modelos de ônibus elétricos 100% brasileiros, produzidos com tecnologia nacional pela Eletra e parceiros estratégicos.

Os ônibus têm tecnologia de tração elétrica e eletrificação Eletra, carroceria eMillennium Caio, chassis Mercedes-Benz e baterias, inversores e motores elétricos WEG.

Participaram do evento o vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento (MDIC), Geraldo Alckmin, além de sete ministros.

Entre eles: Fernando Haddad (Fazenda), Renan Filho (Transportes), Márcio França (Portos e Aeroportos), Camilo Santana (Educação), Luciana Santos (Ciência, Tecnologia e Inovação), Paulo Teixeira (Desenvolvimento Agrário) e Alexandre Padilha (Relações Institucionais).

Também participaram prefeitos do ABC, vereadores e deputados federais e estaduais.

INVESTIMENTOS

A Eletra–Tecnologia de Tração Elétrica mudou-se para um novo prédio de 27 mil m² na Via Anchieta, onde terá capacidade para produzir 150 ônibus elétricos/mês, ou até 1.800/ano.

A ampliação das instalações faz parte de um plano de investimentos de R$ 150 milhões, cujo objetivo é posicionar a empresa como líder latino-americana na produção de ônibus elétricos, gerando 500 empregos diretos nos próximos dois anos.

“Nossa meta é ser a maior montadora brasileira de veículos elétricos para transporte público, com tecnologia inteiramente nacional “, disse Milena Braga.

“Há 20 anos, produzimos os mais inovadores ônibus elétricos em circulação no país. Temos experiência e competência comprovadas. É hora de crescer”.

Conforme o novo plano de crescimento, a Eletra lançou em 2023 a mais completa linha de ônibus elétricos da América Latina, todos fabricados no Brasil.

São seis novos modelos, desenhados para atender às diferentes características topográficas e urbanas de qualquer cidade brasileira.

São o resultado da parceria da Eletra com algumas das principais empresas de transporte público sustentável do Brasil.

Os veículos têm tecnologia de tração elétrica e eletrificação e-Bus Eletra, carroceria Caio eMillennium, motor elétrico, inversor e baterias WEG – todas elas empresas brasileiras – e chassis Mercedes-Benz e Scania, fabricados no Brasil.

  • Ônibus elétrico 10m – Midi (tração elétrica e eletrificação e-Bus Eletra, chassi Mercedes-Benz, carroceria eMillennium Caio, motores elétricos, inversores e baterias WEG);
  • Ônibus elétrico 12,1m (tração elétrica e eletrificação e-Bus Eletra, chassi Mercedes-Benz, carroceria eMillennium Caio, motores elétricos, inversores e baterias WEG);
  • Ônibus elétrico 12,8m – Padron (tração elétrica e eletrificação e-Bus Eletra, chassi Mercedes-Benz, carroceria eMillennium Caio, motores elétricos, inversores e baterias WEG);
  • Ônibus elétrico 15m (tração elétrica e eletrificação e-Bus Eletra, chassi Scania, carroceria eMillennium Caio, motores elétricos, inversores e baterias WEG);
  • Ônibus elétrico 21,5m – Articulado (tração elétrica e eletrificação e-Bus Eletra, chassi Mercedes-Benz, carroceria eMillennium Caio, motores elétricos, inversores e baterias WEG).
  • e-Trol – ônibus elétrico desenhado especialmente para operações em vias segregadas e BRT (Bus Rapid Transit), com um inédito sistema de recarga de baterias durante o trajeto e ampla autonomia sem contato com a rede aérea. 

HISTÓRIA

A Eletra é uma empresa 100% nacional, com foco em tecnologia de tração elétrica e integração de sistemas elétricos para transporte de passageiros e carga.

Foi fundada em 1999, em São Bernardo do Campo, por um grupo empresarial com mais de um século de experiência em transporte público, iniciada com tílburis.

Pioneira em tecnologia de tração elétrica no Brasil, a Eletra capacitou-se nos últimos anos para atender à demanda por ônibus elétricos de todos os municípios brasileiros.

  • 1999: produz o primeiro ônibus elétrico híbrido operacional do mundo;
  • 2001: primeiro ônibus modelo Padron elétrico híbrido;
  • 2002: primeiro trólebus fabricado no Brasil;
  • 2003: finalista do The World Technology Awards 2003 (São Francisco-EUA), o Oscar da tecnologia mundial;
  • 2013: primeiro ônibus 100% elétrico articulado fabricado no Brasil (e-Bus);
  • 2015: primeiro retrofit de caminhão diesel para elétrico;
  • 2017: participa diretamente da produção dos protótipos do e-Delivery, o primeiro caminhão elétrico mundial da Volkswagen;
  • 2017: lança o Dual-Bus 13,8m, veículo que pode rodar como híbrido e trólebus ou como híbrido e elétrico puro;
  • 2019: lança o Dual Bus 15m;
  • 2021: produz o primeiro carro-forte 100% elétrico no mundo, em parceria com a Protege;
  • 2022/2023: dá início ao lançamento de seis novos modelos de ônibus 100% elétricos: 10m, 12,1m, 12,8m, 15m, 21,5m, e-Trol.
  • 2023: começa a operar na nova unidade industrial no km 16 da Via Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP).

MOBILIDADE SAMPA

Siga o Mobilidade Sampa nas redes sociais e fique informado sobre a mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana:

  • Twitter
  • Instagram
  • Telegram
  • Facebook
  • YouTube
  • LinkedIn
  • Igor Roberto
    Igor Robertohttps://noticiando.net/
    Paulistano, empreendedor e pai. Formado em gestão pública e graduando em Direito. É fascinado por temas relacionados a mobilidade urbana e o transporte público. É o redator de conteúdo dos sites de mobilidade do Grupo PLN. Quer entrar em contato com o Igor? Envie um e-mail para igor@grupopln.com.br.

    ÚLTIMOS POSTS

    SIGA-NOS

    6,317SeguidoresSeguir
    28,236SeguidoresSeguir
    439InscritosInscrever
    PUBLICIDADE

    ÚLTIMOS POSTS