Greve no Metrô: Liminar impede acesso gratuito às estações

O governador Tarcísio de Freitas conseguiu uma liminar na Justiça que impede a liberação das catracas de forma gratuita aos passageiros durante a greve no Metrô nesta quinta-feira, dia 22 de março de 2023.

O Metrô chegou anunciar que havia aceitado a proposta do Sindicato dos Metroviários de abrir a linha de bloqueios das estações, mediante o retorno de 100% dos trabalhadores aos postos de trabalho.

No entanto, algumas horas depois, a companhia obteve uma liminar para que os metroviários trabalhassem com 80% do efetivo nos horários de pico e de 60% nos demais horários e com cobrança de tarifa.

Em caso de descumprimento, o sindicato será multado em R$ 500 mil por dia. A decisão foi tomada pelo desembargador plantonista Ricardo Apostólico Silva do TRT da 2° Região.

A previsão era que as estações fossem reabertas por volta das 11h, no entanto, a liminar barrou o acordo, e com isso, os usuários seguem sem acesso ao transporte.

Não há mais previsão para normalizar.