Greve de ônibus em Teresina completa uma semana

Já dura uma semana a greve de ônibus em Teresina (PI). Trabalhadores, empresas e a Prefeitura continuam no impasse, enquanto os passageiros são atendidos por veículos alternativos cadastrados pela administração municipal.

Os trabalhadores ainda reclamam de atrasos nos salários. As empresas ofereceram o reajuste de 6% nos vencimentos, de 20% no vale alimentação e 33% no plano de saúde. A medida foi rejeitada pela categoria.

Mesmo com decisões judiciais, nenhum ônibus está operando e nada foi resolvido.

A agonia dos passageiros segue sem prazo para acabar.