Marcopolo apresenta resultado recorde em 2022

A Marcopolo encerrou 2022 com resultados que reforçam a retomada das vendas de ônibus, com a recuperação da produção e a reabertura do mercado no pós-pandemia. No ano, a empresa registrou lucro líquido de R$ 436,8 milhões, crescimento de 21,9% na comparação com o ano anterior e margem líquida de 8,1%.

O bom desempenho é reflexo da ampliação da produção consolidada, que foi de 14.725 unidades, aumento de 31,1% em relação ao ano de 2021, sendo 86,6% unidades produzidas no Brasil e 13,4% no exterior.

Já a receita líquida consolidada foi de R$ 5,4 bilhões em 2022, valor 54,8% superior ao exercício de 2021, com 67,1% obtido por meio das vendas de carrocerias (66,7% em 2021) e 25,3% com a comercialização de Volare (26,3% em 2021).

A receita das vendas para o mercado interno foi de R$ 3,1 bilhões, 58,7% da receita líquida total, contra 51% em 2021. Nas exportações, somadas aos negócios no exterior, a receita líquida total foi de R$ 2,2 bilhões em 2022, o que equivale a 41,3% do total, contra 49% no ano anterior.

“Os números de 2022 reforçam que começamos a colher os frutos de um plano de transformação cultural e estrutural que promovemos nos últimos dois anos. Otimizamos nossos investimentos, reestruturamos nossas operações e apresentamos ao mercado importantes lançamentos, como a Geração 8 de veículos rodoviários e o Attivi integral Marcopolo, um ônibus 100% elétrico com chassi e carroceria da marca. Seguimos confiantes em nossa estratégia para buscar resultados cada vez mais consistentes”, avalia James Bellini, CEO da Marcopolo.

Liderança de mercado

A retomada do mercado, aliada à evolução do mix de vendas e o acréscimo de volumes de produtos com maior valor agregado, ajudou a companhia na recomposição das margens e na manutenção da liderança de mercado de carrocerias para ônibus, com a participação de 53,5%.

O lucro bruto totalizou R$ 829,5 milhões, uma variação de 132,9% na comparação com 2021, representando 15,3% da receita líquida. O EBITDA alcançou R$ 385,6 milhões em 2022, com margem de 7,1%.

Para exportação foram fabricadas 2.117 unidades em 2022, 13,9% superior à produção de 2021, quando foram feitas 1.859 unidades. O cenário político e econômico de mercados importantes da América do Sul acabou limitando o crescimento, que poderia ter sido ainda maior.

Mercados de destaque

A Geração 8 de rodoviário se consolidou no mercado em 2022 como um sucesso de vendas. O modelo contribuiu com o crescimento da produção de veículos para o segmento, que representou o aumento de 6,3% do total quando comparado aos números de 2021. Já a produção de urbanos foi 39,9% superior em relação a 2021, justificado pela retomada do transporte público e investimentos por parte do poder público no Brasil e nos mercados externos.

“O sucesso do G8 fomenta as vendas de toda a família de produtos da companhia. Combinado a isso, temos os incentivos de renovações de frotas de modelos urbanos, com investimentos em produtos de maior valor agregado, como ônibus articulados e também os elétricos, que ajudam a reforçar o nosso engajamento com projetos de descarbonização de veículos, seja por meio do desenvolvimento de carrocerias ou pelo nosso modelo integral”, destaca Bellini.

Os números também comprovam a boa performance entre os micro-ônibus e a marca Volare, com crescimento da produção em 25,7% na comparação anual. A produção mundial consolidada de Volare chegou a 4.659 unidades, reflexo da retomada dos clientes privados e do maior volume de entregas para o programa Caminho da Escola.

Sobre a Marcopolo

Fundada há 73 anos em Caxias do Sul (RS), a Marcopolo é líder na fabricação de carrocerias de ônibus no Brasil e posiciona-se entre as maiores fabricantes do mundo. A companhia está comprometida com o futuro da mobilidade, atenta ao desenvolvimento de novos modais, além de investir de forma contínua em aprimoramento, tecnologia, design e expansão, produzindo soluções que contribuem para o desenvolvimento do transporte coletivo de passageiros. Com fábricas nos cinco continentes, os veículos produzidos pela empresa rodam nas estradas de mais de cem países.