Litoral Norte de São Paulo: últimas informações

Veja abaixo as informações divulgadas pelas prefeituras de São Sebastião, Bertioga, Ubatuba, Ilhabela e Caraguatatuba e pelo governo estadual nesta terça-feira, 21 de fevereiro, sobre os danos em diversas regiões causados pelas fortes chuvas que atingiram o Litoral Norte de São Paulo no final de semana. Além das informações de tráfego das rodovias dos Tamoios e Rio-Santos.

Governo estadual

Situação das chuvas

O Fundo Social de São Paulo e a Coordenadoria Estadual da Defesa Civil distribuem 7,5 toneladas de doações de itens de ajuda humanitária às vítimas dos temporais que atingiram o litoral norte no fim de semana. O Fundo Social também ampliou as possibilidades de doação, incluindo depósitos, transferências ou PIX. O tráfego foi liberado em alguns pontos da rodovia Rio-Santos (SP-055) entre São Sebastião e Ubatuba, mas a rodovia Mogi-Bertioga (SP-098) ainda está interditada. Equipes do Instituto de Pesquisas Ambientais estão auxiliando na região. Não há interdição nas rodovias estaduais concedidas e as unidades de saúde no litoral norte estão prontas para atender os feridos. A Sabesp está trabalhando para restaurar o abastecimento de água no Litoral Norte e na Baixada Santista. A previsão do tempo é de sol entre nuvens pela manhã e pancadas de chuva com risco de temporais à tarde.

PM Litoral

Foto: Governo do Estado de São Paulo

Rodovia Mogi-Bertioga

O DER começou os serviços de recuperação da rodovia Mogi-Bertioga devido a interrupções no tráfego causadas por fortes chuvas. A previsão é de que as obras sejam concluídas em até 180 dias, com um investimento de R$ 9,4 milhões. A rodovia está interditada em função de rompimento de tubulações, queda de barreira e erosão. Motoristas devem usar rotas alternativas.

Mogi Trabalhos
Foto: Divulgação/DER

Navio da Marinha

O governador Tarcísio de Freitas confirmou que o Navio-Aeródromo Multipropósito Atlântico chegará ao Litoral Norte para criar uma estrutura de hospital de campanha para atender vítimas das chuvas. O navio tem 300 leitos de enfermaria, contando com profissionais de saúde de ortopedia, clínica médica, traumatologia e psiquiatria, para aliviar a pressão nos hospitais da região. Além disso, 180 fuzileiros navais especializados em resgate e desobstrução estão reforçando o trabalho da Defesa Civil e a Marinha disponibiliza uma embarcação com rampa para o resgate de vítimas em áreas isoladas.

Situação das chuvas

A Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência em São Paulo está recebendo doações de cadeiras de rodas, banho, muletas e bengalas para enviar às cidades afetadas pela tragédia no litoral norte do Estado. Até agora, 46 mortes foram confirmadas e há 1.730 desalojados e 766 desabrigados no Estado. Equipes do IPA estão prestando apoio e as rodovias concessionadas têm tráfego intenso. A Secretaria de Estado da Saúde informou que 25 pessoas foram atendidas em hospitais, sendo 7 em estado grave. A Sabesp está trabalhando para o restabelecimento do abastecimento de água na região.

Animais

O Grupo de Resgate de Animais em Desastres (GRAD) está trabalhando para resgatar animais presos nos escombros e perdidos na cidade de São Sebastião devido às fortes chuvas na região. Até agora, eles já resgataram 19 animais e ainda há dezenas de animais precisando de ajuda. O Fundo Social de São Paulo está arrecadando ração, vermífugo, antipulgas e tapetes higiênicos para os animais resgatados. As doações podem ser feitas em contas bancárias ou no depósito do Fundo Social. Até agora, o Fundo Social arrecadou R$ 193.138,10 em doações.

Equipes de resgate e saúde

O governador Tarcísio de Freitas destacou o trabalho dos profissionais de saúde no resgate e atendimento às vítimas da tragédia no Litoral Norte. Ele visitou o Hospital Regional do Litoral Norte de Caraguatatuba e elogiou as equipes pelo trabalho profissional e dedicado. Até o momento, 19 adultos e seis crianças foram atendidos no hospital, com sete em estado grave. Outras unidades de saúde também estão prontas para atender os feridos.

Chegada de doações

Operadores portuários do Porto de Santos juntamente com a Marinha do Brasil, estão transportando mais de 60 toneladas de alimentos, água, e produtos de higiene e limpeza para a população de São Sebastião. A Marinha está levando a carga pelo navio-patrulha Guajará com mais de 100 militares envolvidos. O governador agradeceu a ação solidária.

Doações marinha
Foto: Governo do Estado de São Paulo

Situação das chuvas

Diversos pontos da rodovia Rio-Santos que estavam totalmente obstruídos foram liberados parcialmente para o tráfego pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER) nesta terça-feira (21/02), entre São Sebastião e Ubatuba. A travessia de balsa São Sebastião/Ilhabela foi restabelecida. A rodovia Mogi-Bertioga segue totalmente interditada no km 82 devido a um rompimento de tubulação. As outras rodovias estão com tráfego intenso, mas sem congestionamentos. Até o momento, há 46 mortes confirmadas e 20 adultos e seis crianças estão sendo tratadas no Hospital Regional do Litoral Norte. A Sabesp está trabalhando para restaurar o abastecimento de água no Litoral Norte e na Baixada Santista. A campanha de doações para ajudar as pessoas afetadas pelas fortes chuvas está sendo realizada por empresas ligadas à Secretaria de Transportes Metropolitanos (Metrô, CPTM, ViaQuatro, EMTU e ViaMobilidade).

São Sebastião

A Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil reconheceu o Estado de Calamidade Pública em São Sebastião e outras cinco cidades do litoral paulista, devido a uma tempestade local/convectiva com chuvas intensas. O prefeito de São Sebastião decretou luto oficial de sete dias após a tragédia que matou pelo menos 40 pessoas na Costa Sul.

A Prefeitura de São Sebastião está organizando um velório coletivo para as vítimas da tempestade ocorrida no último final de semana. O velório será realizado a partir das 11h desta terça-feira, na Avenida Doutor Altino Arantes, com uma tenda montada pela Prefeitura. Até o momento, pelo menos 40 pessoas perderam a vida devido às fortes chuvas. Além disso, uma nova ocorrência de deslizamento de terra em Juquehy na madrugada desta terça-feira assustou moradores, mas não há informações sobre vítimas.

O Governo de São Paulo está em ação para ajudar as vítimas das chuvas na cidade de São Sebastião. A Marinha do Brasil trouxe 30 toneladas de alimentos para serem distribuídos na Costa Sul, uma das áreas mais afetadas. O Fundo Social de São Paulo e a Prefeitura de São Sebastião também estão distribuindo 7,5 toneladas de doações de itens de ajuda humanitária. O município de São Sebastião está em estado de calamidade pública e há contas bancárias disponíveis para doações de cestas básicas. O prefeito decretou luto oficial de sete dias pela tragédia.

O trânsito pela rodovia Rio-Santos na Costa Sul de São Sebastião foi temporariamente liberado para a evacuação dos bairros afetados pelas fortes chuvas. O tráfego é permitido apenas para ajudar os turistas e visitantes “ilhados” a sair da região. A operação de evacuação é realizada pelas forças de segurança do Exército e Defesa Civil com reforço de ônibus. Até o momento, houve 44 óbitos e 30 a 40 pessoas desaparecidas no município. Equipes da Prefeitura oferecem atendimento psicológico e social aos familiares das vítimas. A Sabesp está trabalhando para restaurar o abastecimento de água na região. A previsão do tempo para hoje é de sol entre nuvens e possibilidade de chuvas com risco de temporais, raios e granizo em pontos isolados.

Rio Santos pontos
Foto: Divulgação/DER

A Prefeitura anunciou o falecimento de 12 pessoas devido às fortes chuvas que atingiram a cidade no último domingo. As vítimas foram identificadas e liberadas para sepultamento. A Prefeitura organizou um velório coletivo na Avenida Doutor Altino Arantes no Centro da cidade.

A Prefeitura recebeu 26 homens e 4 cães farejadores da Guarda Civil Metropolitana de São Paulo para ajudar nas buscas por sobreviventes após às chuvas na Barra do Sahy. Os agentes são divididos em 10 da GCM do Canil e 16 da Inspetoria de Defesa Ambiental, e já encontraram três corpos em menos de 40 minutos de trabalho. As buscas devem continuar durante o dia.

Em uma reunião do comitê de gestão de crise, o governo estadual e a Prefeitura decidiram disponibilizar linhas de crédito especiais para os empresários afetados pelas chuvas, através do Programa Desenvolve São Paulo e SEBRAE. O levantamento dos empresários prejudicados está sendo organizado pelos órgãos públicos e Associação Comercial e Empresarial de São Sebastião, e será priorizado para a cidade mais afetada, São Sebastião. Empreendedores prejudicados devem entrar em contato pelo telefone (12) 97412-3397 ou pelo link.

A Defesa Civil de São Sebastião está em estado de atenção devido a uma previsão de forte chuva na cidade e região, com um acumulado de 200 mm. A cidade está em estado de calamidade pública após uma tempestade na madrugada de domingo que matou 46 pessoas e causou destruição e desabrigo. A Defesa Civil pede que a população entre em contato pelo 199 em caso de risco.

A Prefeitura informou que das 12 pessoas que morreram por causa das fortes chuvas, 11 foram enterradas em outras cidades por escolha de seus familiares. Apenas um bebê de 9 meses foi enterrado no Velório Municipal, sendo a primeira vítima enterrada da tragédia na cidade.

O Fundo Social da Prefeitura está arrecadando donativos para as vítimas das chuvas que afetaram a cidade, que está em estado de calamidade pública. As doações podem ser feitas em vários locais, incluindo escolas e centros de assistência social. Os donativos incluem alimentos, água, produtos de higiene, roupas, cobertores, eletrodomésticos, entre outros. A Sabesp e a indústria farmacêutica Cimed do Brasil já fizeram doações de água e medicamentos, respectivamente. Mais de 500 voluntários estão ajudando no Fundo Social na triagem e distribuição de doações. Quem quiser se voluntariar pode entrar em contato pelo telefone (12) 3892-4991.

Cimed
Foto: Divulgação

O governador de São Paulo e o prefeito de São Sebastião liberaram a rodovia dos Tamoios para que os turistas e visitantes deixem a região devido às previsões de chuvas. O prefeito Felipe Augusto pediu à população das regiões central e da costa norte que não saiam de carro, a fim de aliviar o trânsito do município, desbloqueando as vias principais e os carros que estão parados na rodovia Rio-Santos saindo da região sul. A faixa reversível da rodovia está liberada no sentido Centro-Costa Norte desde às 11h e agentes do DETRAF estão organizando o trânsito.

A Prefeitura anunciou que o Governo do Estado de São Paulo vai garantir a isenção de taxas para a expedição de segunda via de RG e CNH para as vítimas das fortes chuvas que afetaram a cidade. Além disso, a Caixa vai liberar um saque extraordinário do FGTS para os moradores da cidade. O reconhecimento do estado de calamidade pública foi o ponto de partida para que as pessoas pudessem acessar esses direitos. Os descontos terão 60 dias a partir da publicação do decreto para solicitar a isenção dos serviços. Para efetuar o saque do FGTS, é necessário baixar o aplicativo, inserir informações de cadastro, anexar documentos, selecionar conta de recebimento e enviar solicitação.

A Prefeitura informou que o número de óbitos devido às recentes chuvas no município subiu para 46, com 40 pessoas ainda desaparecidas. Equipes estão de prontidão para acolher familiares das vítimas e trabalhos de busca e salvamento continuam ininterruptamente. 1686 pessoas estão em abrigos criados pela Prefeitura e recebendo atendimento e refeições. Algumas estradas foram parcialmente liberadas, mas ainda há dois trechos com interdição total. 19 adultos e 6 crianças já foram atendidos em um hospital local, com 7 em estado grave. Equipes estão trabalhando para recuperar o sistema de produção de água e o GRAD está realizando o resgate de animais presos ou perdidos.

A Defesa Civil de São Sebastião está alertando a população para que deixe suas casas em áreas de risco devido ao alerta de forte chuva na região. O município entrou em estado de atenção, com previsão de acumulado de 200 mm de chuva até sexta-feira. No domingo passado, houve uma tempestade que causou a morte de 45 pessoas e deixou cerca de 2 mil desabrigados. A Defesa Civil orienta que, caso haja deslocamento de terra ou outro perigo, a população deixe o local e entre em contato com os telefones de emergência (199, 153, 190, 192 e 193). A Prefeitura disponibiliza pontos de abrigo para a população.

A Prefeitura pede que familiares de pessoas desaparecidas devido às fortes chuvas procurem informações no Serviço Social no Pronto Atendimento do Hospital de Clínicas de São Sebastião ou no Funeral Home Campo Vale na Praia Deserta.

A Prefeitura está disponibilizando transporte gratuito de ônibus para evacuar moradores e turistas da região da Costa Sul devido a riscos de novos deslizamentos de terra com a previsão de mais chuvas. A SOU e Buser Brasil estarão responsáveis pelo transporte, que será coordenado pelo Exército e polícias rodoviárias. O prefeito orientou que as pessoas optem pelo transporte coletivo e não saiam com seus carros.

A Prefeitura, por meio da Secretaria da Educação, informou que o processo de atribuição de professores para a Escola Municipal do Montão de Trigo, previsto para acontecer na quarta-feira (22/02), foi cancelado devido à situação de calamidade pública no município.

A Prefeitura informou que 46 pessoas já morreram devido às fortes chuvas que atingiram o município na madrugada de domingo (19/02). A cidade está em estado de calamidade pública, com 1943 desabrigados e bairros ilhados com problemas de abastecimento de energia, água e telefonia. O temporal superou 600 mm de chuva, causando enchentes, desabamentos e deslizamentos que interditaram vários trechos da rodovia Rio-Santos.

As equipes do DETRAF da Prefeitura estão trabalhando para liberar o tráfego em diferentes trechos do município. Alguns pontos da rodovia Rio-Santos que estavam totalmente obstruídos foram liberados parcialmente para o tráfego. A subida da serra pode ser feita pelo Sistema Anchieta-Imigrantes ou pela rodovia dos Tamoios, dependendo da localização do motorista. A rodovia Mogi-Bertioga está totalmente interditada no km 82 devido ao rompimento de tubulação e interdição parcial em outros pontos. A travessia de balsa São Sebastião/Ilhabela foi totalmente restabelecida após ser parcialmente suspensa por um curto período. As atualizações podem ser acompanhadas pelo Twitter @_dersp ou obtidas por meio do telefone 0800 055 5510.

A Prefeitura divulgou que, devido às fortes chuvas que atingiram a cidade, 1.730 pessoas foram desalojadas e 1.686 estão sendo abrigadas em locais como escolas, creches, igrejas e o Instituto Verdescola. As pessoas desalojadas estão sendo acompanhadas por equipes multidisciplinares de assistentes sociais, psicólogos e técnicos sociais da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social para receber o apoio necessário. A cidade está em estado de calamidade pública.

A Prefeitura e o Governo do Estado de São Paulo assinaram um plano de trabalho e convênio para o repasse de recursos para contratar serviços emergenciais de saúde em decorrência dos danos causados pelas chuvas. Os serviços incluem medicamentos, recursos humanos, materiais médicos, equipamentos, entre outros. O período de execução é de 180 dias e a estimativa é atender cerca de 10.000 pessoas afetadas na região central e Costa Sul. A Secretaria da Saúde é responsável por identificar as necessidades de saúde e supervisar o desenvolvimento dos programas. O município precisa também contratar profissionais de saúde e adquirir equipamentos médicos.

Bertioga

https://www.instagram.com/p/Co7OIPioXKO/
https://www.instagram.com/p/Co7i1UyqFqo/
https://www.instagram.com/p/Co8JNKGprWK/

Ubatuba

A Prefeitura de Ubatuba informou que equipes da Defesa Civil, IPT e do Estado realizaram uma varredura completa nas regiões afetadas pelas fortes chuvas. Até o momento, 46 ruas foram afetadas e 126 pessoas foram desalojadas, mas já foram encaminhadas para casas de parentes e amigos. A Defesa Civil continua monitorando a situação. A prefeita Flávia Pascoal pede doações para o Fundo Social de Solidariedade, que estão sendo distribuídas para as famílias afetadas. Todas as equipes da Prefeitura estão concentradas em apoiar as famílias, incluindo a Secretaria de Educação que abriu uma escola para alimentação e recebimento de kits de apoio.

Técnicos do Instituto de Pesquisa Tecnológica e da Defesa Civil do Estado estão acompanhando equipes locais na região sul de Ubatuba, que foi afetada pelas fortes chuvas. A rua 01 Balneário no bairro Maranduba foi interditada devido a um alagamento. As equipes registraram as ruas afetadas nos bairros Sertão da Quina, Maranduba, Araribá, Lagoinha e Caçandoca. A cidade está sob observação no Plano Preventivo de Defesa Civil (PPDC) e 126 pessoas foram desalojadas. Essas famílias são orientadas a não permanecerem em suas moradias nas áreas afetadas até que haja um relatório final das equipes apontando as possíveis áreas de risco.

Bairros Ubatuba
Foto: Prefeitura de Ubatuba

A Prefeitura juntamente com a Defesa Civil e outras equipes governamentais, está controlando os efeitos das fortes chuvas na cidade, como deslizamentos, bloqueios de estradas e alagamentos. As equipes estão monitorando áreas de risco e preservando a população. Algumas estradas municipais estão interditadas, mas o tráfego nas rodovias de acesso à cidade é normal com cautela. 126 pessoas já foram desalojadas e encaminhadas para casas de amigos e parentes. A Prefeitura está em monitoramento constante.

A Defesa Civil de Ubatuba e o Governo do Estado realizaram uma pesquisa de campo para atualizar o mapeamento das áreas de risco após uma forte chuva. Dez bairros estão sendo monitorados e 196 pessoas foram desalojadas. Uma escola está funcionando como ponto de arrecadação de itens de necessidade para as famílias afetadas.

Caraguatatuba

A Prefeitura de Caraguatatuba está realizando atendimento às famílias atingidas pelas chuvas nas três regiões da cidade, com ajuda de mais de 500 pessoas entre servidores e voluntários. Já foram entregues cerca de 1,5 mil kits, 1,4 mil fardos de água e 200 colchões para famílias de vários bairros. Além disso, trabalhos de manutenção e desobstrução de vias estão sendo feitos em vários bairros. O Fundo Social de Solidariedade está aceitando doações de itens de limpeza, material de higiene pessoal, água e vestuário, e as doações podem ser feitas no Centro Esportivo Municipal ou em escolas. A Prefeitura está levando os mantimentos casa a casa e o Canal 156 está disponível 24 horas para atender as famílias.

Recuperação
Maquinário usado para liberar a água acumulada em rio no Perequê-Mirim – Foto: Prefeitura de Caraguatatuba

Uma ponte localizada no bairro Alto Jetuba em Caraguatatuba foi interditada pela Defesa Civil devido a sua destruição causada pelas forças das chuvas. Equipes de Serviços Públicos estão trabalhando no local para retirada da estrutura danificada, com o uso de maquinários. A Prefeitura afirma que os moradores não ficarão isolados, já que há outra ponte próxima. A previsão é de que a reconstrução da ponte seja concluída em 120 dias.

Ponte Jetuba
Foto: Prefeitura de Caraguatatuba

A Prefeitura de Caraguatatuba informou que todas as atividades esportivas no Centro Esportivo Municipal Ubaldo Gonçalves (CEMUG) estão suspensas até o dia 25 de fevereiro devido ao uso do local como abrigo para as famílias afetadas pelas chuvas. O CEMUG também está recebendo doações para as famílias. As atividades esportivas devem ser retomadas na próxima semana.

O governador de São Paulo e o prefeito de Caraguatatuba visitaram o Hospital Regional de Caraguatatuba, que foi escolhido para abrigar pacientes feridos pelas chuvas que atingiram a região. A escolha do hospital foi feita devido à excelência e ao heliponto para receber aeronaves maiores, visando não sobrecarregar as redes hospitalares municipais. A Prefeitura de Caraguatatuba ofereceu apoio, incluindo empréstimos de equipamentos e cestas básicas, além de reforçar a estrutura do IML para receber as vítimas fatais.

A Prefeitura de Caraguatatuba distribuiu cerca de 1,5 mil kits de limpeza e higiene, 1,4 mil fardos de água (mais de 10 mil litros) e 200 colchões para as famílias afetadas pelas chuvas recentes. Além disso, as equipes estão trabalhando na manutenção e desobstrução de vias em vários bairros. As linhas de ônibus estão operando normalmente e a Sabesp informou que os sistemas de abastecimento de água estão funcionando sem problemas graves. O Fundo Social de Solidariedade está recebendo doações e escolas também serão usadas para coletar roupas. A Prefeitura está levando mantimentos para as famílias afetadas e o Canal 156 está disponível 24 horas. Técnicos do Núcleo de Geociências, Gestão de Riscos e Monitoramento Ambiental do IPA estão visitando áreas afetadas para avaliar a situação.

A Defesa Civil de Caraguatatuba mantém um monitoramento constante nas áreas de risco já mapeadas, conhecendo a quantidade de moradores e os principais riscos. Há 19 áreas e 54 setores com riscos de deslizamento/escorregamento de terra. A Defesa Civil alerta as comunidades para que estejam preparadas em caso de alertas de situações graves. A população das áreas de risco deve estar sempre pronta com documentos e medicamentos em caso de remoção ou evacuação imediata. A Prefeitura adquiriu o sistema Geopixel Monitor que fornece informações automáticas sobre eventos extremos como chuvas. A Prefeitura mantém uma comunicação constante com a população, informando esses dados no site oficial e nas redes sociais do município.

Ilhabela

A Prefeitura de Ilhabela está realizando ações de recuperação após às fortes chuvas. O fornecimento de água está normalizado em algumas áreas, mas ainda precisa de suporte em outras. O fornecimento de energia elétrica já está normalizado e o transporte público está funcionando parcialmente. A Defesa Civil e a Secretaria de Serviços Urbanos estão trabalhando na cidade e o Fundo Social de Solidariedade agradece à população por suas doações. Ainda há necessidade de doações de água potável, alimentos e roupas.

Ilhabela restauro
Foto: Prefeitura de Ilhabela

A população de Ilhabela respondeu positivamente ao chamado do Fundo Social de Solidariedade para doações, sendo que parte dos itens arrecadados foi direcionada para São Sebastião e Ubatuba, que também foram afetados pela chuva. A sede do Fundo Social está recebendo doações e encaminhando-as para as cidades afetadas. A presidente do Fundo informa que a solidariedade da população de Ilhabela foi decisiva para o sucesso da arrecadação. A arrecadação continua e fraldas, roupas para crianças e itens da cesta básica são os itens mais necessários neste momento.

A Defesa Civil do Estado está alertando para a previsão de chuva intensa e contínua na região entre os dias 21 e 24 de fevereiro, acompanhada por descargas elétricas, fortes rajadas de vento e granizo. Há riscos de deslizamentos, desabamentos, alagamentos, enchentes e ocorrências relacionadas a raios, ventos e granizo, por isso é recomendado atenção especial às áreas vulneráveis. Em caso de emergência, a Defesa Civil de Ilhabela pode ser acionada nos telefones 199 ou (12) 3896-2802.

Timelines

Governo estadual

Acompanhe abaixo as informações em tempo real do Governo do Estado de São Paulo.

Rodovia dos Tamoios

Acompanhe abaixo as informações em tempo real do tráfego na rodovia dos Tamoios.

Rodovia Rio-Santos

Acompanhe abaixo as informações em tempo real do tráfego na rodovia Rio-Santos.