Tarifa de ônibus em São Paulo não será reajustada em 2022

O valor da tarifa de ônibus na cidade de São Paulo não será reajustada em 2022. A informação foi dada pelo prefeito Ricardo Nunes em coletiva de imprensa realizada nesta quinta-feira, dia 30 de junho de 2022.

Para manter o valor atual da tarifa, a Prefeitura de São Paulo terá que aumentar o valor do subsídio pago às empresas de ônibus que pode ultrapassar a marca de R$ 4 bilhões. Em 2020 e em 2021, os subsídios ficaram em torno de R$ 3,3 bilhões por ano.

O valor de R$ 4 bilhões é um estimativa, avalia o prefeito Ricardo Nunes, que leva em consideração os aumentos no valor dos combustíveis, além do número de passageiros transportados.

Confira a evolução do valor pago nos subsídios as empresas de ônibus nos últimos dez anos:

  • 2012: R$ 1,41 bilhão
  • 2013: R$ 1,64 bilhão
  • 2014: R$ 2,15 bilhões
  • 2015: R$ 2,13 bilhões
  • 2016: R$ 2,62 bilhões
  • 2017: R$ 2,92 bilhões
  • 2018: R$ 3,3 bilhões
  • 2019: R$ 3,3 bilhões
  • 2020: R$ 3,3 bilhões
  • 2021: R$ 3,3 bilhões
  • 2022: R$ 4 bilhões (estimativa)

O governador Rodrigo Garcia anunciou ontem que não haverá aumento no valor da tarifa dos trens do Metrô e da CPTM em 2022.

Portanto, o valor da tarifa comum seguirá R$ 4,40 ao passageiro.