No Maio Amarelo, Abrati ressalta a importância do comprometimento de todos para a promoção de um trânsito seguro nas estradas

Durante todo o mês, a Associação reforça suas ações para mostrar que o comprometimento de empresas regulares de transporte rodoviário terrestre com a segurança viária e o comportamento de passageiros conscientes contribuem para salvar muitas vidas nas estradas

43
Imagem Estradas
Imagem ilustrativa (Foto de Avtodor Russian Highways por Unsplash)

No mês da conscientização sobre a segurança no trânsito, a Abrati (Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros) abraça mais uma vez a campanha Maio Amarelo, este ano com o slogan “Juntos Salvamos Vidas”. Uma das ações será utilizar os canais virtuais de comunicação da associação para ressaltar o investimento e a capacitação de suas associadas, que representam mais de 80% das empresas regulares do setor, para garantir viagens tranquilas e seguras à população.

Além disso, a campanha também destaca que o compromisso para um trânsito mais seguro depende também de uma mudança de comportamento dos passageiros. Infelizmente, muitos deles ignoram os riscos e embarcam em viagens ilegais, que desobedecem a regras e práticas fundamentais para um transporte seguro e confiável.

De acordo com a Abrati, essa atitude pode gerar um grande prejuízo. Por isso, a campanha do Maio Amarelo conta com a parceria com a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), para reforçar que o transporte de passageiros necessita seguir padrões estabelecidos a partir de regras que garantem a segurança das viagens. “É preciso chamar a atenção de todos para o fato de que uma oferta de passagens mais baratas pode estar relacionada diretamente à falta de padrões de manutenção e ao descuido na capacitação dos motoristas, que pode colocar em risco a vida dos passageiros”, ressalta Letícia Pineschi, conselheira e porta-voz da Abrati.

As empresas rodoviárias regulares mantêm programas permanentes de qualificação técnica e operacional de sua mão-de-obra, representada por cerca de 60 mil empregados diretos, dos quais 15 mil motoristas. A capacitação, a saúde e o descanso adequado dos motoristas são fatores preponderantes para uma viagem tranquila. Além disso, só por meio dos ônibus regulares é possível contar com aplicativos de alerta, controle de velocidade e monitoria da viagem.

O embarque – assim como o desembarque – é feito em terminais autorizados, seguros e fiscalizados. E, caso haja qualquer intercorrência durante o trajeto, um ônibus-reserva parte rapidamente em socorro ao principal, para atendimento aos passageiros. Outro diferencial é que a segurança de quem viaja está garantida pela oferta das empresas de transporte rodoviário regular de todos os seguros e indenizações previstas em lei – que incluem desde o seguro para bagagem até a cobertura e indenizações em caso de acidente. “Todas essas ações preservam vidas, reduzem acidentes e possibilitam mais segurança nas estradas, e esses dados precisam ser mostrados com efetividade para que possamos construir um trânsito mais seguro”, destaca Letícia Pineschi.

Abrati abraça as rodoviárias

Além das ações em seus canais virtuais de comunicação, neste ano com o arrefecimento da pandemia, a Abrati irá promover uma mobilização nacional nas rodoviárias do Brasil na manhã do dia 20 de maio (sexta-feira) com atividades presenciais destacando a importância da união entre empresas regulares do transporte rodoviário terrestre e passageiros conscientes e responsáveis para a promoção de uma viagem tranquila e segura. As rodoviárias que participarão do evento são das cidades de Teresina, Fortaleza, Recife, Salvador, Brasília, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória e Curitiba.

Durante a mobilização, os funcionários das empresas regulares do setor vestirão literalmente a camiseta da Abrati, criada especialmente para o Maio Amarelo, para mostrar que todos juntos podem fazer a diferença.

O evento contará também com tendas de serviços do SEST SENAT, que levará aos trabalhadores do transporte informações sobre os cuidados com a saúde. As ações destacarão ainda a importância da qualificação para o mercado de trabalho, estimulando que os motoristas sejam protagonistas de seu desenvolvimento pessoal e profissional, a fim de que estejam preparados para novos desafios.

Deixe seu comentário