Campinas: Região do Campo Grande ganha nova rota cicloviária, no Jardim Florence II

91
Ciclofaixa Florence
Foto: Divulgação/Emdec

A região do Distrito do Campo Grande acaba de ganhar uma nova rota cicloviária. Na terça-feira, dia 05 de abril de 2022, o prefeito Dário Saadi entregou a Ciclofaixa Florence II. O ato foi marcado pela gravação de um vídeo e contou com a presença do presidente da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), Vinícius Riverete; e do secretário de Transportes, Fernando de Caires.

“Com quase 2 km de extensão, a ciclofaixa está localizada nas proximidades da Estação BRT Rossin. Importante instrumento de mobilidade, a bicicleta pode e deve ser utilizada não só para atividades de lazer e prática de esportes. Mas também como meio de deslocamento em uma cidade tão grande como Campinas”, destacou o prefeito Saadi.

A ciclofaixa do Jardim Florence II tem 1,7 km. Ela começa no entroncamento entre a Rua Valdemar Bento de Oliveira (via marginal à Avenida John Boyd Dunlop) com a Avenida Nelson Ferreira de Souza, próximo à Estação BRT Rossin. Ela segue ao longo da avenida, até o entroncamento com a Rua Severina Ribeiro da Cruz.

A ciclofaixa está no viário, ao lado do canteiro central da avenida, seguindo o sentido do trânsito, com ida e volta. O espaço é segregado dos demais veículos por tachões. No percurso está a EMEF – EJA “Professora Clotilde Barraquet Von Zuben”; praças de lazer; diversos comércios locais, entre supermercado, lojinhas, bares, sorveterias e academia; e templos religiosos.

“Opção de mobilidade sustentável para a população do Jardim Florence, essa ciclofaixa integra um projeto de integrações cicloviárias na região da Avenida John Boyd Dunlop. Uma iniciativa que foi amplamente discutida com a comunidade de ciclistas da região do Campo Grande”, enfatizou o presidente da Emdec, Vinícius Riverete.

O secretário de Transportes reforçou que “como defensor da mobilidade ativa, é gratificante fazer parte da ampliação do sistema cicloviário, de forma integrada ao transporte público. Em especial, na região do Campo Grande, que conta com um movimento consolidado de ciclistas”, disse Caires.

Essa é a segunda rota cicloviária entregue em 2022. A ciclofaixa também é parte do projeto de interligação de rotas cicloviárias no entorno da Avenida John Boyd Dunlop, anunciado em novembro do ano passado pela Administração municipal.

A ciclofaixa recebeu pintura de solo e placas de sinalização. O investimento na nova ciclofaixa, com recursos municipais, foi da ordem de R$ 310.701,20.

Foto: Divulgação/Emdec

Rotas cicloviárias

Com a nova ciclofaixa, Campinas atinge 80,7 km de rotas cicloviárias (ciclovias, ciclofaixas, ciclorrotas e calçadas compartilhadas) existentes.

Neste ano (2022), em 11 de fevereiro, a administração municipal entregou a Ciclofaixa Aurélia, com 1 km de extensão, implantada ao longo da Avenida Império do Sol Nascente. Ela começa no entroncamento com a Avenida John Boyd Dunlop, próximo à Estação BRT Aurélia; e segue até a Avenida Brigadeiro Rafael Tobias de Aguiar, onde conecta-se com a Ciclovia “José Simari Ferreira”, que possui 1,3 km de extensão.

Em 2021, foram entregues três trechos cicloviários: Campos Elíseos – Vila Aeroporto (2,3 km); Pirelli – Sirius (2,7 km); e Amarais (6,9 km).

Deixe seu comentário