Governo Federal inaugura Travessia Urbana em São José do Rio Preto

Cerimônia de liberação da obra foi realizada nesta quinta-feira (24/02), com a presença do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas

67
Foto: Divulgação/DNIT

Por meio do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), o Governo Federal concluiu neste mês as obras de duplicação, restauração com melhoramentos e implantação de vias laterais e obras de arte especiais (OAEs) na BR-153, no segmento urbano de São José do Rio Preto, em São Paulo. O presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, e o diretor-geral do DNIT, general Santos Filho, participaram da cerimônia da entrega do empreendimento, nesta quinta-feira (24/02).

O trabalho executado pela Autarquia contemplou o trecho entre o km 54,30 e o km 72,10, totalizando uma extensão de 17,8 quilômetros. Além do trabalho de duplicação e restauração, o segmento recebeu 14 obras de arte especiais – 13 viadutos e uma ponte-, além de oito passarelas de pedestres.

A obra foi realizada em lote único e dividida em três trechos: do km 54,3 ao km 59,52, do km 59,52 ao km 64,20 e do km 64,20 ao km 72,1. Com investimento de R$ 268,5 milhões, o empreendimento foi feito por meio de uma contratação integrada, em que a contratada é responsável pela elaboração dos projetos básico e executivo e pela execução das obras.

Cerimônia

Durante a cerimônia de entrega da obra, o diretor-geral do DNIT, general Santos Filho, ressaltou que além de um momento de muita felicidade para todos, a conclusão do empreendimento é para o departamento um momento de prestação de contas, de dar o cumprimento da missão. “Ainda na transição de gestão, em dezembro de 2018, recebi orientações bem claras, entre elas a de dar continuidade às obras e acelerar as de grande importância. Para cumprir esse objetivo aqui antes do prazo, tivemos um trabalho fantástico do DNIT, desde os diretores presentes aqui até a equipe muito coesa da superintendência regional”, afirmou o chefe da pasta.

O general Santos Filho lembrou, ainda, da atuação das equipes do governo neste período de chuvas em São Paulo, principalmente em ocorrências durante o mês de dezembro de 2021. “Houve necessidade de uso emergencial e o DNIT abraçou firmemente a situação, com apoio do Ministério da Infraestrutura e do Governo Federal na alocação dos recurso necessários”, disse.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, também expressou a satisfação de entregar uma obra que considerou fundamental para o Estado de São Paulo. “Hoje é um dia particularmente especial pra nós aqui em Rio Preto. Esta obra vai mudar a cara da cidade num local onde o tráfego urbano se confunde com o tráfego de longa distância, numa rodovia que recebe quase 90 mil veículos por dia”, afirmou o ministro. “Essa travessia vai representar segurança, menor tempo de viagem e menor custo logístico, e isso significa respeito ao dinheiro do contribuinte”, completou.

Tarcísio Gomes também homenageou as equipes do DNIT que se empenharam para concluir as obras na BR-153. “Eu tenho que render minha homenagem também a todo o corpo técnico do departamento, e faço isso nas pessoas do general Santos Filho e do coronel Codelo (superintendente regional do DNIT/SP). A turma do DNIT é extremamente profissional, dá soluções técnicas para problemas em todo o Brasil, faz projeto de pontes, viadutos, passarelas e outros para sempre melhorar segurança e a prestação do serviço”, enalteceu o ministro. “É gente que se doa pelo Estado brasileiro e que não se abateu pela falta de recurso, mas buscou a criatividade pra encontrar soluções”, concluiu.

Foto: Divulgação/DNIT

Rodovia

A rodovia BR-153, também conhecida como Transbrasiliana, tem traçado Norte-Sul característico das estradas federais brasileiras para integrar diretamente os estados do país. Em virtude da ligação Norte-Sul de São Paulo com os estados de Minas Gerais e Paraná, a rodovia apresenta uma significativa importância no trajeto de viagens interestaduais, com destaque para o escoamento das produções agrícolas do Centro-Sul para o Porto de Paranaguá.

O tráfego da BR-153 tem volume significativo de veículos de carga pesada ao longo do trecho. A projeção de veículos de todos os tipos que utilizam a rodovia para 2022 é de cerca de 81 mil veículos por dia, sendo que aproximadamente 12% deste volume corresponde aos veículos comerciais de carga.

O trecho urbano de São José do Rio Preto tem uma situação especial, uma vez que o tráfego de longa distância se soma a uma parcela significativa de tráfego urbano, acarretando um volume de veículos bastante intenso com elevado índice de acidentes e congestionamento na via em horários de pico.

Com a duplicação da BR-153, além dos motoristas de caminhões que fazem viagens de longas distâncias, cerca de 900 mil moradores da região metropolitana de São José do Rio Preto serão diretamente beneficiados. Além disso, durante a execução dos serviços, a obra fomentou a geração de empregos – com cerca de 200 trabalhos diretos – e potencializou a criação de novos empregos após a conclusão, devido à valorização do entorno e do desenvolvimento local.

Deixe seu comentário