Número de casos de Covid-19 entre motoristas e cobradores aumenta na capital paulista

13
Linha 213E Ônibus SPTrans
Foto: Sidnei Santos/SPTrans

A Prefeitura de São Paulo informou à rádio Bandeirantes que já aplicou 25 multas às empresas de ônibus de São Paulo pelo transporte de passageiros sem máscara até esta sexta-feira, dia 22 de maio. Nas últimas semanas, no entanto, os casos de Covid-19 entre motoristas e cobradores aumentaram.

Entre abril e maio, 131 motoristas de ônibus da capital paulista foram infectados pela Covid-19. 35 mortes pela doença foram confirmadas. Em um mês, as mortes aumentaram quase 23% e os doentes 18%.

O Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo (Sindmotoristas) informou à emissora de rádio que vê a situação com preocupação e teme que esses números aumentem nas próximas semanas.

Isso porque esse levantamento ainda não leva em consideração o resultado de dias de superlotação do transporte público no período em vigor do rodízio de veículos pares e ímpares.

Há ainda 520 casos de motoristas que adoeceram com suspeita da Covid-19. O sindicato afirmou que todos os funcionários estão afastados das funções.

Leia também

Deixe seu comentário