Nova resolução prevê limite de 65% da frota da CPTM, Metrô e EMTU em circulação por causa da redução da demanda

19
Frota Estação Belém da Linha 3-Vermelha
Plataforma da estação Belém da Linha 3-Vermelha (Foto: Kamikovas/Wikimapia)

Uma nova resolução da Secretaria dos Transportes Metropolitanos, publicada nesta quarta-feira, dia 1º de abril de 2020, prevê limite de 65% da frota da CPTM, do Metrô e dos ônibus da EMTU em operação.

A medida se dá por causa da redução da demanda de passageiros em razão das medidas de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.

Até então, a redução de frota não poderia ser superior a 35%.

“Diante da redução da demanda por transporte público coletivo no sistema gerenciado pelo Governo do Estado de São Paulo, a operação do sistema de trens e ônibus será de até 65% do total da frota.”

A resolução ainda prevê o monitoramento da lotação e a possibilidade de alterar a frota, inclusive para além desse limite, em especial nos horários de pico.

Será realizado um monitoramento diário da demanda, o que possibilitará a revisão do índice previsto no artigo 1º desta Resolução e a sua eventual calibragem nos horários de pico.

Deixe seu comentário