Secretaria Municipal da Saúde distribuiu mais de 20 milhões de camisinhas em dois anos de parceria com o Metrô

Nesse período, cerca de 1.500 testes rápidos de HIV também foram realizados nas estações na capital paulista

38
Camisinhas gratuitas Linha 5-Lilás
Foto: Divulgação/Programa DST/Aids

A parceria entre a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, por meio do Programa Municipal de Doenças Sexualmente Transmissíveis/Aids, e as concessionárias ViaQuatro e ViaMobilidade, que administram respectivamente as linhas 4-Amarela e 5-Lilás, completa dois anos na próxima quarta-feira, dia 2 de abril. A articulação prevê a dispensação gratuita de preservativos masculinos (externos) e a realização de testes rápidos de HIV nas estações.

Em julho de 2019, o Metrô de São Paulo, também firmou uma parceria nos mesmos moldes que as concessionárias com a Secretaria Municipal da Saúde para as demais linhas.

Até o final de fevereiro deste ano, mais de 20,6 milhões de camisinhas foram distribuídas nas estações e 1.465 testes de HIV realizados, em 14 ações de prevenção. Houve ainda a veiculação de campanhas de prevenção às Infecções Sexualmente Transmissíveis e Aids nos monitores instalados nas estações e nos trens.

“Com os preservativos disponíveis nas estações, o cidadão não precisa mudar a sua rotina para se prevenir das Infecções Sexualmente Transmissíveis. Essa parceria com as concessionárias e com o Metrô, permitiu um grande avanço na nossa política de amplo acesso aos preservativos”, comenta Cristina Abbate, coordenadora do Programa Municipal Doenças Sexualmente Transmissíveis/Aids.

Os displays de preservativos estão em 36 estações, sendo que na estação Corinthians-Itaquera há dois dispensadores e, na estação República, mais um na área administrada pela concessionária ViaQuatro e outro no setor mantido pelo Metrô.

Foi na estação República, com a Linha 4-Amarela, que a Secretaria Municipal da Saúde iniciou essa ação, no dia 2 de abril de 2018, assim como os primeiros testes, em dezembro de 2018, no Dezembro Vermelho. Na estação campeã de dispensação de preservativos foi de 2,7 milhões de camisinhas, em dois anos.

Teste rápido nas estações

As primeiras ações de teste rápido para HIV nas estações de metrô foram organizadas pelo Programa Municipal Doenças Sexualmente Transmissíveis/Aids como parte das ações para o 1º de dezembro, o Dia Mundial de Luta contra a Aids de 2018. A estação Capão Redondo, na Linha 5-Lilás, administrada pela ViaMobilidade, inaugurou essa nova fase da parceria com as concessionárias de metrô.

“As ações de testagem nas estações permitem que as pessoas que não têm a possibilidade de ir às unidade de saúde, seja da rede especializada em Doenças Sexualmente Transmissíveis/Aids ou da atenção básica, se testarem”, ressalta Cristina Abbate.

“Quanto antes uma pessoa souber o seu diagnóstico, mais rápido ela começará o tratamento e, com isso, terá mais chances de não transmitir mais o vírus”, complementa.

Deixe seu comentário