Passageiros relatam problemas nos ônibus do sistema Paese que cobrem trecho do monotrilho

110
Ônibus Paese Linha 15-Prata
Ônibus do sistema Paese na estação Jardim Planalto (Foto: Lucas Sousa)

O monotrilho da Linha 15-Prata segue paralisado nesta sexta-feira, dia 6 de março de 2020, sem previsão de retorno. Como alternativa de deslocamento, os passageiros são atendidos desde o dia 29 de fevereiro por ônibus articulados do sistema Paese que operam entre São Mateus e Vila Prudente.

Ao longo desta semana, os passageiros relatavam no Twitter, as inúmeras dificuldades no trecho percorrido pelos coletivos, que passam pelas avenidas Sapopemba e Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello e na manhã desta sexta-feira, a situação não foi diferente.

Ônibus circulando com lotação acima do normal e motorista que não atendeu sinal de parada em uma das estações. Na noite desta quinta-feira, por volta das 23h, um dos ônibus na estação Vila Prudente demorou 45 minutos para aparecer e depois partiu lotado, no sentido São Mateus.

Motorista dirigindo e usando o celular ao mesmo tempo, com isso reduzindo a velocidade do ônibus, atrasando a viagem. Entre as estações Fazenda da Juta e Jardim Planalto, o trânsito na Avenida Sapopemba, na direção do Centro, estava péssimo, por causa da fila de ônibus do Paese parados na via. Na Avenida Professor Luiz Ignácio de Anhaia Mello, a situação também não era diferente da encontrada na Avenida Sapopemba.

E pra quem pega as linhas de ônibus alternativas, pra não passar pela região das estações do monotrilho, enfrentou problemas na Avenida da Barreira Grande, um ônibus da Express quebrou e espalhou óleo pela pista, agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego espalharam serragem. A viagem do Jardim Imperador à Vila Guarani, pela Avenida da Barreira Grande, pra chegar na Avenida Sapopemba, demorou cerca de 50 minutos.

Deixe seu comentário