Estações São Mateus, Fazenda da Juta e Sapopemba da Linha 15-Prata passam a operar em horário integral

103
Plataforma da estação São Mateus da Linha 15-Prata
Plataforma da estação São Mateus (Foto: Alexandre Baldy/Twitter)

A partir desta segunda-feira, dia 6 de janeiro de 2020, as novas estações São Mateus, Fazenda da Juta e Sapopemba da Linha 15-Prata do monotrilho, inauguradas em 16 de dezembro de 2019, passam a operar em horário integral.

Assim como as demais estações do sistema metroviário, as três estações passam a operar de domingo a sexta-feira, das 4h40 à meia-noite e aos sábados, das 4h40 à 1h da madrugada.

Diferentemente de outras vezes, o Metrô não divulgou em suas redes sociais até este domingo, dia 5 de janeiro, a informação sobre a operação em horário integral das três novas estações.

Nos cinco primeiros deste ano, a Linha 15-Prata teve a operação prejudicada, por conta de uma falha em equipamento de via na região da estação São Lucas, houve desgaste em parafusos, que precisaram ser concretados e necessitavam de um tempo maior para “cura”.

Na estação Sapopemba, o passageiro pode fazer conexão com o Terminal Sapopemba da SPTrans, já na estação São Mateus, não há conexão com o Terminal São Mateus (por onde circulam linhas de ônibus da Metra e SPTrans), o passageiro precisa atravessar a Avenida Adélia Chohfi a pé para acessar a estação e vice-versa.

A expectativa é de que nos próximos meses, com a operação integral das três estações, a Linha 15-Prata transporte cerca de 300 mil passageiros por dia útil, atualmente a linha transporta cerca de 100 mil passageiros por dia útil.

Deixe seu comentário