Estações Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus da Linha 15-Prata são inauguradas

305
Estação São Mateus Plataforma Linha 15-Prata
Estação São Mateus (Foto: Governo do Estado de São Paulo)

Após muita expectativa foram inauguradas nesta segunda-feira, dia 16 de dezembro de 2019, as estações Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus da Linha 15-Prata de monotrilho, na Zona Leste.

As três estações ficam localizadas no canteiro central da Avenida Sapopemba, a estação Sapopemba fica localizada na altura do número 11.100, ao lado do Terminal Sapopemba da SPTrans e do início da Avenida Arquiteto Vilanova Artigas.

A estação Fazenda da Juta fica localizada na altura do número 12.800 e a estação São Mateus fica localizada na altura do número 13.600, próximo ao Terminal São Mateus, Largo de São Mateus e Assaí Atacadista e próximo também ao início das avenidas Ragueb Chohfi, Mateo Bei e Adélia Chohfi.

Inicialmente as três estações vão funcionar de segunda a sexta-feira, das 10h às 15h, com cobrança de tarifa.

“Esse modelo de operação segue o padrão internacional para a abertura de novas estações de metrô permitindo a realização de testes e ajustes nos demais períodos. O horário de funcionamento deve ser ampliado em janeiro quando será iniciada a operação em horário integral”, informou o Metrô de São Paulo.

Um detalhe importante, em São Mateus, não há conexão direta entre o terminal de ônibus São Mateus e a estação São Mateus, pra quem estiver no terminal de ônibus é necessário atravessar a Avenida Adélia Chohfi para acessar a estação. Já na estação Sapopemba, a conexão entre o terminal de ônibus Sapopemba da SPTrans e a estação é possível ser realizada.

A chegada da Linha 15-Prata até o bairro de São Mateus vai permitir a redução do tempo de deslocamento para o Centro de São Paulo em até 50%. A expectativa do Metrô é de que as três novas estações devem atender a 140,4 mil passageiros por dia, sendo 31 mil passageiros na estação Sapopemba, 29,4 mil na estação Fazenda da Juta e 80 mil passageiros na estação São Mateus.

As três novas estações seguem padrão de baixa interferência na paisagem local. A estrutura em concreto aparente e aço tem aberturas para ventilação e iluminação natural em três diferentes pavimentos. As plataformas têm 90 metros de comprimento e 9,9 metros de largura, a cerca de 15 metros acima do nível da rua.

As estações contam também com piso tátil, portas automáticas em toda a extensão, escadas rolantes, escadas fixas, elevadores, paraciclos e banheiros.

Com o novo trecho de mais 3,9 quilômetros, a rede de Metrô de São Paulo chega ao total de 101,1 quilômetros de extensão e 89 estações em seis diferentes linhas (1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha, 4-Amarela, 5-Lilás e 15-Prata).

Estação Sapopemba

Confira abaixo algumas fotos da estação Sapopemba tiradas pelo Felipe Claros.

Estação Fazenda da Juta

Confira abaixo algumas fotos da estação Fazenda da Juta divulgadas pelo Governo do Estado de São Paulo.

Estação São Mateus

Com relação às fotos abaixo da estação São Mateus, algumas foram tiradas pelo Felipe Claros e outras foram divulgadas pelo Governo do Estado de São Paulo.

Assista abaixo o vídeo que o Lucas Sousa gravou mostrando as três novas estações.

Assista abaixo o vídeo que o Renato Lobo do site Via Trolebus gravou mostrando a estação São Mateus.

Paisagismo

O Metrô também promove a reurbanização do canteiro central das avenidas Professor Luiz Inácio de Anhaia Melo e Sapopemba, em um projeto de paisagismo de 15 quilômetros entre as estações Vila Prudente e Jardim Colonial, incluindo uma ciclovia com a mesma extensão.

O plano envolve o plantio de mais de 3,7 mil árvores de 45 diferentes espécies e 107 mil m² de jardim, além de um jardim de chuva de 110 m² e biovaleta com 9 mil m², que recebem água do escoamento superficial do entorno e auxiliam na drenagem local.

Linha 15-Prata

A Linha 15-Prata tem custo de R$ 5,3 bilhões em investimentos exclusivos do Governo do Estado de São Paulo, compreendendo a construção de 15,3 quilômetros de vias e 11 estações (Vila Prudente, Oratório, São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstói, Vila União, Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta, São Mateus e Jardim Colonial), além do Pátio de Manutenção Oratório e compra de 27 trens, sistemas elétricos, de sinalização e controle.

A próxima etapa é concluir a estação Jardim Colonial, localizada na altura do número 1.400 da Avenida Ragueb Chohfi, que deve ser entregue em 2021. Paralelamente, o Metrô trabalha para expandir a linha até o Hospital Cidade Tiradentes.

Deixe seu comentário