Aplicativo SmashPoints oferece vantagens e descontos aos usuários de aplicativos de mobilidade

Benefício é dado ao consumidor que compra créditos para usufruir de serviços de locomoção, como é o caso do aluguel de carros e bicicletas

114

A SmashPoints, primeira plataforma a oferecer vantagens e descontos exclusivamente aos usuários de aplicativos de mobilidade, acaba de ser lançada no Brasil. Na prática, toda vez que comprar créditos para usar os serviços de empresas como Uber, Yellow, Bike Sampa, dentre outras, o usuário acumula pontos que podem ser resgatados e usados na compra de novos serviços.

“A ideia é construir um ecossistema de intermobilidade e proporcionar uma economia ao consumidor que usa estes canais, que são mais baratos para se locomover dentro das cidades, se comparados ao custo de manter um automóvel próprio, por exemplo”, explica Jaime del Pozo, fundador da SmashPoints.

Para usufruir das vantagens, o usuário deve baixar o aplicativo SmashPoints em seu smartphone ou tablet (disponível para Android e iOS), escolher a empresa e o serviço que vai usar, além do valor do crédito que vai comprar, que varia entre R$5 e R$ 450.

Após a compra, que é feita por meio do cartão de crédito, é gerado um código que deverá ser inserido no aplicativo da empresa de mobilidade, quando o consumidor for usufruir do serviço. Atualmente, a SmashPoints tem parcerias com Uber, Uber Eats, Grin, Yellow, Bike Sampa, RecargaPay, E-moving, Riba, Movida, Voom.

A cada 1 real gasto, o usuário pode ganhar de um a seis pontos. Ao adquirir um crédito de R$ 100,00 para usufruir dos serviços da Uber, por exemplo, o cliente pode ganhar até 300 pontos, o que pode variar, de acordo com o dia e a promoção do momento. Para resgatá-los, o aplicativo mostrará automaticamente quantos pontos o usuário tem e quantos serão necessários para adquirir o crédito e o serviço selecionado pelo consumidor.

Independentemente dos pontos acumulados, é possível usufruir do benefício na compra, já que a ferramenta calcula automaticamente a quantia restante a ser paga em dinheiro. Após esta etapa, também será gerado um código para ser usado na plataforma da empresa parceira. “Cada ponto vale dinheiro, além disso, são apenas 30 segundos entre o resgate dos pontos e o uso efetivo deles”, reitera Fábio Doneux, sócio da SmashPoints.

Fábio Doneux explica que o objetivo é oferecer uma ferramenta que desburocratize o uso dos pontos e evite um dos grandes gargalos dos programas de pontos existentes no Brasil, que é a dificuldade relatada pelos consumidores para resgatar os benefícios.

De acordo com dados divulgados no ano passado pela Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Segurança Pública, o número de reclamações em relação aos programas de fidelidade, o que inclui milhagens e pontos, subiu de 3.428 para 6.621 entre de 2016 para 2017 – avanço de 93,4%.

Dentre os principais problemas identificados estiveram: oferta não cumprida, serviço não fornecido, além de venda e publicidade enganosos. Significa que o consumidor não teve clareza sobre o funcionamento do programa e acreditou ser vítima de descumprimento do que foi ofertado.

“Além dos pontos expirarem em um tempo muito curto, o consumidor precisa acumular milhares deles para adquirir um produto ou serviço relevante. Os aplicativos também não são intuitivos. Em geral, é difícil para o usuário compreender as condições de uso. A proposta da SmashPoints é evitar que o cliente passe por todos esses transtornos e tenha uma experiência mais prática e agradável, com o oferecimento de serviços que realmente façam parte do dia a dia das pessoas”, comenta Fábio Doneux.

Por conta do formato simples, rápido e barato de resgate, a SmashPoints também tem sido procurada por empresas que já atuam com programas de pontos, como instituições financeiras e programas de milhagens, para oferecer sua estrutura e ofertas dentro de programas tradicionais já existentes.

O projeto

A ideia de desenvolver um aplicativo de vantagens para usuários dos serviços de mobilidade foi do espanhol Jaime del Pozo, de 34 anos. Ex-executivo da LATAM Linhas Aéreas, o engenheiro civil atuava com programas de fidelidade.

Com a chegada de startups com foco em mobilidade, como é o caso da Yellow e Grin, Jaime del Pozo enxergou uma oportunidade de desenvolver um programa de pontos para usuários do segmento. Em abril de 2018, deu o salto definitivo deixando a empresa área para colocar o projeto em pé.

“Sempre quis empreender, até que surgiu a oportunidade de colocar em prática algo que fosse, de fato, relevante para o dia a dia das pessoas. O objetivo era criar um marketplace da intermobilidade, ou seja, oferecer um aplicativo com todos os modais, para vender créditos que possam ser usados pelas pessoas quando e como elas quiserem”, comenta Jaime del Pozo.

Pouco tempo após abrir a SmashPoints, o executivo conheceu Fábio Doneux, co-fundador da Fits Fidelidade, clube de vantagens voltado para esportes e saúde, que já estava em funcionamento. Porém, o setor de atuação não era considerado o mais adequado para alavancar a plataforma online. Foi aí que decidiram unir forças na SmashPoints.

“O Fábio detinha a estrutura tecnológica para operar, e eu a ideia de colocá-la em prática em um segmento que cresce expressivamente no País, que é o da mobilidade. A parceria deu certo, todos os nossos parceiros são empresas de grande relevância para o setor e com alta adesão do público”, conclui Jaime del Pozo.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here