Integração é a saída para melhora do transporte coletivo, explica especialista

26
Projeto piloto ônibus transporte coletivo
Foto: Divulgação/SPTrans

Segundo dados da Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos, mais de 12 milhões de brasileiros deixaram de usar ônibus em 2018. Na cidade de São Paulo, por exemplo, o número de viagens realizadas no transporte público da cidade de São Paulo caiu 4,29%, entre julho de 2018 e junho de 2019.

Os dados são de um levantamento realizado pela SPTrans, empresa municipal responsável pela gestão do transporte coletivo.

O surgimento de novas soluções de transporte impacta diretamente estes números. Em São Paulo, por exemplo, de acordo com a Pesquisa Ordem e Destino 2017, o uso do táxi aumentou 414%, e os serviços de táxi demandados por aplicativo, são responsáveis por 79% das viagens nesse modo.

Outro fenômeno destacado na pesquisa é o uso de automóvel privado, que cresceu 37% nas três faixas de renda baixa – o que se deu pela redução de juros e aplicação de incentivos fiscais na última década, facilitando a aquisição de um carro.

Pedro Somma, diretor de Relações Institucionais da Quicko, startup de Big Data em Mobilidade Urbana, as novas opções de locomoção podem otimizar a utilização do transporte coletivo.

Para isso, é necessário a melhor utilização das informações e dados do transporte público, que podem ser cruzados com as novas formas de locomoção, otimizando as rotas dos usuários e criando a integração dos diversos meios disponíveis em uma cidade.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here