Mais acesso à internet: a conectividade pública conquistando pontos chaves da cidade

56
Estação Luz da CPTM Internet
Foto: Captação de imagens da CPTM - Por Governo do Estado de São Paulo (CC BY 2.0)

Com o advento dos smartphones, nos entregamos cada vez mais ao uso contínuo da internet, fazendo com que a nossa disponibilidade no trabalho seja independente da nossa presença física no ambiente profissional.

Com a expansão da conexão, estamos a postos para mensagens relacionadas a qualquer tema na maior parte do tempo, desde que tenhamos acesso à uma rede Wi-Fi ou a um plano de dados que seja capaz de sustentar nossos hábitos de uso.

Uma das maiores preocupações dos trabalhadores de São Paulo que fazem uso do transporte público é a instabilidade do serviço, que pode tomar o tempo trivial de deslocamento ou, como acontece não raramente, pode levar horas a mais do que o planejado por fatores como chuva, acidentes, ou o simples trânsito.

A internet nos auxilia a prever situações como essa para que possamos nos planejar – e a boa nova é que não é mais preciso contratar um plano de dados que pese no seu orçamento.

A Prefeitura de São Paulo instalará diversos pontos gratuitos de Wi-Fi em locais chave da cidade, conforme informa o site WiFi Livre SP, atingindo o status de maior rede pública da América Latina. Além disso, durante o seu trajeto de um ponto a outro da cidade, a situação também passará por grandes melhorias no quesito conectividade.

A SPTrans já disponibiliza o acesso à internet em algumas de suas linhas, mas a nova frota de ônibus da cidade de São Paulo será equipada com ar-condicionado, Wi-Fi, tomadas USB e câmeras de vigilância.

Além disso, a CPTM também está embarcando na oferta da conectividade Wi-Fi aos seus passageiros. Basta fazer um cadastro inicial que concede aos passageiros 15 minutos de internet gratuita por viagem.

Estação Luz São Paulo
Foto: Estação Luz – Por Silvio Tanaka (CC BY 2.0)

Isso quer dizer que não será mais preciso preocupação com o seu plano de dados para acessar quaisquer conteúdos online que, anteriormente, poderiam ser razão de preocupação. Ou seja, agora é possível fazer reuniões de áudio e vídeo via Skype, trabalhar remotamente em plataformas mais pesadas e até mesmo acessar sites de jogos online, como o https://www.betfair.com/br, que dá acesso a caça-níqueis e jogos de mesa, como blackjack e roleta, durante o seu deslocamento na capital.

Essa novidade é uma “mão na roda” de quem enfrenta horas de trânsito ao atravessar a cidade, uma vez que o tempo de trajeto poderá ser mais bem aproveitado sem que, contudo, o passageiro seja afetado com uma redução de conexão pelo uso aumentado de seus dados móveis.

Passageiros no trem
Foto: Pexels

A facilidade de conexão também será um excelente impulso para alimentar as redes independentes de informação acerca do transporte público em São Paulo. A insatisfação com o serviço que, muitas vezes, apresenta falhas graves, motivou a criação de meios de comunicação e fiscalização feitas de passageiros para passageiros.

É o caso do perfil colaborativo Diário da CPTM, no qual passageiros relatam situações que são refletidas na rede em tempo real. A representatividade das queixas tomou tal proporção que recebeu o reconhecimento dos órgãos de transporte oficiais.

Promover a acessibilidade é uma função social importante. A relevância conferida ao poder público em garantir o acesso à internet em locais públicos e de forma gratuita tem muito a contribuir com o desenvolvimento social, principalmente levando-se em conta a tendência de mercado em se produzir de maneira mais autônoma e informal, sem a necessidade de um estabelecimento próprio. Estamos caminhando para uma era de conectividade integral e revolucionando nossos espaços e relações.

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here