Capital paulista pode ter greve do Metrô na terça-feira, dia 5

4417
metroviários Greve do Metrô

Na próxima terça-feira, dia 5 de fevereiro, a capital paulista pode ter greve do Metrô. Uma assembleia acontecerá na segunda-feira, dia 4 de fevereiro, na sede do Sindicato dos Metroviários, no bairro do Tatuapé, para a organização do ato.

Os metroviários são contra a privatização e a terceirização das bilheterias, e pedem a manutenção da periculosidade. O sindicato disse ainda que o coordenador-geral do sindicato, Alex Fernandes, foi punido e que o Metrô cerceou a liberdade do integrante.

Nesta quarta-feira, dia 30 de janeiro, os funcionários deram início ao primeiro ato da mobilização, fazendo a retirada dos uniformes de trabalho. Nesta quinta-feira, dia 31 de janeiro, será feito o uso de adesivos contra a privatização dos serviços, como as bilheterias.

Também nesta quinta-feira, está marcado para às 15h um ato público em frente ao Centro de Controle Operacional do Metrô, solicitando o cancelamento da demissão do operador de trem, Joaquim José. A partir das 15h, uma mobilização será realizada na Estação Sé, através de um ato unificado, onde serão distribuídas a Carta Aberta à População.

O Sindicato dos Metroviários promete ainda enviar ao Metrô, uma solicitação de esclarecimentos em relação à queda de equipamentos do monotrilho, na Linha 15-Prata.

Na segunda-feira, dia 4 de fevereiro, o Sindicato dos Metroviários irá realizar uma assembleia para organização do ato e oficializar a paralisação, que pode vir ocorrer na terça-feira, dia 5 de fevereiro.

Caso a greve do Metrô se confirme, as linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata serão afetadas. A operação nas linhas será restrita a algumas estações, operadas por um plano de contingência que o Metrô geralmente monta, com funcionários administrativos.

Já as linhas 4-Amarela e 5-Lilás, operadas respectivamente pelas concessionárias ViaQuatro e ViaMobilidade, não serão afetadas.

O Mobilidade Sampa em conjunto com o Rede Noticiando irá acompanhar todas as manifestações por parte dos metroviários, e através de seus canais de comunicação, informar aos passageiros sobre a confirmação ou não da paralisação do sistema sobre trilhos nas linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 15-Prata.

MOBILIDADE SAMPA

Quer ficar informado sobre tudo o que acontece na mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @mobilidadesampa no Twitter.

Use a hashtag #mobilidadesampa no Instagram.

Fique tranquilo. Não enviamos spam, a sua privacidade será respeitada e você poderá sair facilmente quando desejar.

Deixe seu comentário