Trecho da Linha 9-Esmeralda da CPTM é liberado

Os trens da Linha 9-Esmeralda voltaram a circular com velocidade reduzida entre as estações Cidade Universitária e Villa Lobos-Jaguaré na área do viaduto

1893
Linha 9-Esmeralda da CPTM
Foto: Divulgação/Rede Noticiando

A Prefeitura de São Paulo concluiu na madrugada deste domingo, dia 18 de novembro, o escoramento dos 120 metros previstos do viaduto que cedeu cerca de dois metros na Marginal Pinheiros na madrugada da última quinta-feira, dia 15 de novembro.

Também foram feitos testes com vagões vazios dos trens da CPTM e as oscilações previstas ficaram dentro do esperado. Com isso, a CPTM retornou a circulação dos trens da Linha 9-Esmeralda entre as estações Pinheiros e Ceasa, de forma monitorada e com os trens circulando com velocidade reduzida (até 20 km/h) entre as estações Cidade Universitária e Villa-Lobos Jaguaré, a velocidade média fica em torno de 60 km/h.

Com a liberação do trecho, a operação dos ônibus gratuitos do sistema Paese foi encerrada, ela estava em operação desde sexta-feira, dia 15 de novembro. Os passageiros que viajavam no sentido Grajaú, desciam na Estação Ceasa, para pegar os ônibus, já no sentido contrário, os passageiros que viajavam no sentido Osasco, desciam na Estação Pinheiros, para pegar os ônibus.

O secretário municipal de Infraestrutura Urbana e Obras, Vitor Aly, vistoriou o local e afirmou que, com a estabilização da estrutura e a diminuição do risco de desmoronamento, os trabalhos da Prefeitura de São Paulo no local poderão avançar.

“Agora demos andamento à escavação da estaca-prova, que vai nos dizer a qual profundidade nós teremos de fundação para a construção de um bloco, que irá aliviar e alinhar novamente a estrutura”, afirmou o secretário.

INTERDIÇÕES

O secretário municipal de Mobilidade e Transportes, João Octaviano, também participou das atividades de vistoria e afirmou que as equipes da Companhia de Engenharia de Tráfego continuam monitorando as operações e estudando as interdições na Marginal Pinheiros para que ao longo da semana novas intervenções possam ser criadas.

A estimativa é que até a próxima quarta-feira, dia 21 de novembro, seja liberado o maior trecho possível na Marginal Pinheiros, sempre com segurança.

“Ontem nós fizemos a reabertura do Viaduto República da Armênia para aliviar o trânsito na Avenida dos Bandeirantes e hoje começamos a trabalhar para a reabertura definitiva do acesso à Rodovia Castelo Branco, na altura do Cadeião de Pinheiros. Outras obras serão feitas nos próximos dias para aumentar a capacidade de interação entre a pista expressa, que está fechada, e a pista local”, disse o secretário.

Questionado sobre a interdição desde a Ponte Transamérica, João Octaviano explicou que o bloqueio foi necessário para evitar um “efeito funil”, de cinco faixas para uma saída, deixando os motoristas represados na pista expressa. Por isso, estão em estudo outras formas para aumentar a capacidade desta intersecção, como a abertura de novas saídas nos canteiros centrais, e assim permitir a circulação.

NOTÍCIAS

Acompanhe as últimas notícias sobre a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos, acessando a seção CPTM.

MOBILIDADE SAMPA

Quer ficar informado sobre tudo o que acontece na mobilidade urbana de São Paulo e Região Metropolitana?

Então curta nossa página no Facebook.

Siga o @mobilidadesampa no Twitter.

Use a hashtag #mobilidadesampa no Instagram.

Fique tranquilo. Não enviamos spam, a sua privacidade será respeitada e você poderá sair facilmente quando desejar.

Deixe seu comentário