Mortes por acidentes no trânsito caem 7% na capital paulista

Em 2017, foram 796 óbitos. Índice de fatalidade foi de 6,56 por 100 mil habitantes, segundo dados da Companhia de Engenharia de Tráfego

0
28
Trânsito rodízio será suspenso acidentes no trânsito Rodízio municipal
Foto: Reprodução

O número de mortes causadas por acidente de trânsito caiu 7% na cidade de São Paulo, segundo dados consolidados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). Em 2017, foram registrados 796 óbitos, o menor número já registrado na cidade, desde o início do levantamento feito pela Companhia, em 1979. Em 2016, foram 854 mortes no trânsito.

Em 2017, ocorreram menos acidentes fatais envolvendo motoristas, motociclistas e pedestres. A maior queda deu-se entre os ocupantes de automóveis: 28% (de 164 para 118 óbitos). O número de ciclistas mortos apresentou alta de 23,3% (de 30 para 37).

O índice de fatalidade no ano foi de 6,56 mortes por 100 mil habitantes. Esse número se aproxima da meta estipulada pela cidade de São Paulo em compromisso com a Organização das Nações Unidas, de 6 mortes por 100 mil habitantes. No Brasil, essa taxa é de 23,4 mortes/100 mil habitantes.

Os dados consolidados da CET são apurados com base nas informações de Boletins de Ocorrência da Polícia Civil. Essa metodologia é utilizada pela CET desde 1979, ano em que teve início o trabalho de compilação de acidentes no trânsito na cidade de São Paulo. Esses dados permitem uma comparação sólida da evolução dos acidentes.

A CET esclarece que as informações sobre o total de acidentes na cidade serão divulgadas no site da companhia, em abril, como ocorre em todos os anos, após a conclusão da análise de todos os boletins de ocorrência.

Acidentes de trânsito fatais em 2017 (janeiro a dezembro)

Mortes: Total
2016: 854
2017: 796
Variação: -6,8%

Mortes: Pedestre
2016: 343
2017: 331
Variação: -3,5%

Mortes: Motoristas/Passageiros
2016: 164
2017: 118
Variação: -28%

Mortes: Motociclista
2016: 317
2017: 310
Variação: -2,2%

Mortes: Ciclistas
2016: 30
2017: 37
Variação: +23,3%

Mortes: Índice mortes/100 mil habitantes
2016: 7,07
2017: 6,56
Variação: -7,2%

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO