Passageiros se revoltam com nova roleta em ônibus

355
Catraca virou problema em Ribeirão das Neves (Foto: Reprodução/Facebook)

Os passageiros que utilizam o transporte público em Ribeirão das Neves, na região metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais, estão indignados com um novo modelo de catraca instalada nos ônibus do município para impedir o chamado “pulão” – quando um usuário tenta passar para a parte onde estão os assentos do veículo sem pagar a passagem.

O problema é que a roleta, que vai do piso do ônibus até o teto, tem atrapalhado o embarque de todos os passageiros no momento em que eles passam por ela. Para mostrar a situação, um morador gravou um vídeo e publicou no Facebook. Em poucos minutos, milhares de usuários da rede social compartilharam as imagens e escreveram comentários reclamando da condição enfrentada nos veículos.

“É um absurdo o trabalhador ter que passar por isso. Pego esse ônibus todo dia e estou indignada”, protestou uma mulher. “Tem que colocar a esposa do cidadão que teve essa brilhante ideia para passar na catraca com uma criança de colo. Isso é humilhante. Um absurdo, falta de respeito total”, reprovou outra. “Isso é uma falta de respeito com as pessoas. Um absurdo”, criticou um homem.

O autor da postagem ressaltou na publicação que pessoas com bolsas ou que estão acima do peso ideal têm enfrentado ainda mais problemas para passar pela catraca. “As pessoas estão em uma situação vexatória. A catraca não tem espaço suficiente para as pessoas passarem com uma simples bolsa. Sem contar que as pessoas acima do peso têm muitas dificuldades para passar, pois o espaço é muito curto”, observou.

Ele ainda pediu a ajuda de algum órgão de fiscalização para resolver o problema. “É preciso verificar essa situação que coloca os usuários em risco. É de interesse de todos os cidadãos que necessitam do transporte coletivo”.

A reportagem procurou a Secretaria de Segurança, Trânsito e Transporte de Ribeirão das Neves e a empresa Rodap, responsável pelos ônibus, na noite desta segunda-feira (19), para falar sobre as reclamações dos passageiros. Contudo, as ligações não foram atendidas.

Na tarde desta terça-feira (21), o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros Metropolitano (Sintram), por meio de nota, informou que, caso fique comprovado que a catraca traz danos à população, as empresas farão as adaptações necessárias. Veja a nota na íntegra:

“No último mês, as empresas que operam linhas de ônibus no município de Ribeirão das Neves iniciaram testes com um novo modelo de catraca. O objetivo é reduzir o elevado índice de passageiros que “pulam a catraca” diariamente para não efetuar o pagamento da tarifa. A ato de “pular catraca” causa indignação nos usuários pagantes e onera o valor da tarifa. Caso seja verificado que o dispositivo não é funcional, traz prejuízos à acessibilidade e/ou não atinge o objetivo, as concessionárias farão as adaptações necessárias”.

Veja o vídeo gravado por um passageiro:

Fonte: O Tempo

Deixe seu comentário

comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here