Florianópolis abre espaço para a mobilidade sustentável nesta quinta-feira (22)

Capital catarinense participa do Dia Mundial sem Carros amanhã (22), fechando ruas aos veículos particulares e realizando ações educativas de trânsito

214
Trânsito em Florianópolis: congestionamentos diários (Foto: Felipe Carneiro/Agência RBS)

A jornada mundial ‘Na cidade sem meu carro’ começou em 1997 na França e chegou ao Brasil em 2001 pelo Instituto RuaViva. Este ano a Jornada Brasileira completa 16 anos com o objetivo propor novos modelos de mobilidade sustentável, reduzir a prática do modo motorizado individual e dar mais espaço ao transporte público coletivo.

Em Florianópolis, as ações de conscientização e educação se concentram na Praça XV de Novembro a partir das 6h com movimentos da Prefeitura Municipal e organizações não governamentais.

A Rua Arcipreste Paiva, no trecho entre a Rua Tenente Silveira e Avenida Paulo Fontes, estará com o trânsito interrompido para carros e privilegiará faixas exclusivas para transporte público coletivo, escolar, táxi, bicicletas e pedestres. Com o semáforo desligado, a Guarda Municipal também irá incentivar a educação dos motoristas permitindo a travessia dos pedestres apenas por meio de um aceno de mão.

No local também irão ocorrer outras ações educativas com a distribuição de cartilhas do ciclista e verificação da pressão arterial, orientações sobre caminhar de forma saudável e programas de atividades físicas. A Rede Vida no Trânsito também estará presente conversando com motoristas e pedestres sobre bebidas e excesso de velocidade.

Além do centro, a ONG Ritmos das Cidades, a Rede Vida no Trânsito, junto com o Observatório de Mobilidade Urbana da UFSC, estarão próximo ao terminal de ônibus da Trindade. O grupo falará com motoristas sobre a mobilidade das bicicletas e entregará três documentos de referências a respeito da mobilidade e urbana e acessibilidade aos candidatos à prefeito de 2016.

Fonte: Diário Catarinense

Deixe seu comentário